Fiéis acompanharam em tempo real o desespero do padre, que pediu aos internautas para chamarem a polícia

O assalto ocorreu na Paróquia São José Operário, na cidade de São Leopoldo, RS. Como acontece desde o início da pandemia, o Pe. Ramiro Micanto celebrava a Missa e a transmitia ao vivo através do seu perfil no Facebook.

Depois de cerca de 20 minutos do início da celebração o padre se preparava para a Proclamação do Evangelho. Foi quando percebeu que a igreja estava sendo assaltada.

Visivelmente assustado, o sacerdote pede a alguém para acionar o alarme do templo. Depois, dirigindo-se diretamente à câmera, faz um apelo aos internautas que o assistiam naquele momento: “Pessoal, manda a polícia aqui para a Igreja, porque estamos sendo assaltados durante a Missa”. (Veja no vídeo abaixo)

 

Outras três pessoas auxiliavam o padre na Missa das 19h. O pároco contou à imprensa local que viu dois homens fazendo sinal para ele ficar quieto, mas ele não entendia. Ainda de acordo com o padre, os criminosos faziam sinal de que estariam armados.

O notebook do sacerdote, por onde era feita a transmissão ao vivo, chegou a ser fechado e um dos homens tentou pegar o equipamento, mas não conseguiu.

“Eu consegui segurar, peguei um pedestal, para caso ele viesse para cima de mim, mas ele desistiu e os dois fugiram”, contou o sacerdote ao site GaúchaZH.

Os ladrões fugiram levando dois celulares e a chave de um carro. Mesmo com o susto e muito chocado, o padre continuou celebrando a Missa.

As imagens do circuito de câmeras da igreja foram entregues à polícia.

Faça o seu comentário