A Polícia Civil prendeu na noite de segunda-feira (6) o pintor Anderson da Silva em Seropédica. Ele é suspeito de matar sua mulher Simone da Silva, de 25 anos, na frente do filho de três anos.

De acordo com o delegado Luiz Octavio da Divisão de Homicídios da Capital, o homem foi detido e levado para a sede da DH na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O casal morava no Complexo do Alemão, Zona Norte. Segundo um parente, o casal tinha brigas constantes.

Segundo as investigações da polícia, a causa mais provável da morte é asfixia e ela teria sido agredida dentro de casa. Simone ainda estava grávida de dois meses, e Anderson sabia do estado da mulher.

A polícia trata o crime como feminicídio. O episódio aconteceu na véspera da data em que a Lei Maria da Penha, um marco na defesa das mulheres no Brasil, completa 12 anos.

Faça o seu comentário