A Empresa UNIDOX Industria e Comercio de Gases Ltda foi Interditada pela Secretaria de Estado e Ambiente (SEA) e pelo Instituto Estadual de Ambiente (INEA).

Desde 2013 moradores do Bairro Campo Lindo em Seropédica, vinham pedindo o fechamento da empresa por vários motivos. O principal era o risco de explosão, já que a empresa fabricava, Oxigênio e Acetileno. Moradores reclamavam do cheiro do gás acetileno, e o barulho produzido na fabricação do mesmo, onde era usado carbureto.

No dia 22 de julho de 2013, houve uma explosão em um cilindro de oxigênio, que atravessou a parede, batendo no alto de um poste, caindo em um terreno atrás da empresa. O dano no poste foi tanto que chegou a rachar precisando ser substituído.

Depois deste acidente, e como não houve nenhuma presença dos órgãos de fiscalização de meio ambiente, moradores da localidade foram para frente da empresa e fizeram manifestação pedindo a interdição da empresa. (A empresa nunca poderia ser instalada em área residencial, conforme Plano Diretor do município).

Depois deste período, a Prefeitura de Seropédica através da Secretaria de Ambiente e Agronegócios foi fazer fiscalização e interdita a empresa por não cumprirem a notificação entregue 26/07/13 com o seguinte texto: “Fica interditada a Empresa UNIDOX Indústria e Comércio de Gases Ltda, por não cumprirem as determinações da notificação do SEMAMA número 65.  Este Auto de Interdição fica fundamentado no Código Municipal de Meio Ambiente do Município de Seropédica, e seu artigo 130 item x. É a limitação, suspensão ou proibição do uso de construção, exercício de atividade de   condução de empreendimento  artigo 131, item VII, a fiscalização da SEMAMA compete interditar mediante auto de interdição as atividades que ponham em Risco o Meio Ambiente, e ou não possuam licenciamento para funcionamento, e artigo 138, as infrações administrativas são punidas com as seguintes sanções, Item V, suspensão de venda e fabricação do produto, e item VIII suspensão parcial ou total das atividades”.

(Entre os maiores riscos seria que os Gases de Acetileno estava prejudicando a saúde dos moradores locais, internos da APAE e crianças da Creche municipal. O risco de uma explosão poderia virar uma catástrofe).

Em reunião ordinária de licenciamento Ambiental do Condir, realizado no dia 22/08/2018, a UNIDOX tinha pedido para renovação da licença de operação, para envasamento de gases, produção e envasamento de acetileno. Em decisão da equipe técnica da Gerencia de Licenciamento de Industrias (Gelin), foi indeferido o requerimento de licença, dando um prazo de 30 dias a contar presente decisão, o cronograma de desativação das instalações do local com prazo máximo de 8 meses. 

A moradora e vizinha da UNIDOX, Sr.ª. Monica Valéria Fagundes Cardoso, vinha denunciando a empresa, pelo risco que ela representava a população. Monica ficou doente devido ao barulho que a empresa fazia não deixando dormir, o cheiro insuportável, e o medo de uma explosão.

Poste rachou com impacto do cilindro de oxigênio

Pedaço do cilindro de oxigênio que bateu no poste

Faça o seu comentário