PROGRAMA STARTUP RIO REÚNE 27 PROJETOS INOVADORES

A terceira edição do programa Startup Rio 2017, em sua 2ª fase, conta agora com 27 projetos que receberão até R$ 96 mil, para desenvolvimento de seus negócios durante o ano de 2018. São iniciativas como a plataforma de market place da Flopo, a Farmaki, que facilita a comparação de preços e a compra de medicamentos, ou o espelho inteligente, Vision Mirror. O investimento total com a edição é de cerca de R$ 5 milhões.

– A população do Rio sempre se destacou pela criatividade e pela iniciativa empreendedora. O Startup está aí justamente para fomentar o desenvolvimento de projetos criativos e viáveis economicamente – afirmou o secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social, Gabriell Neves.

O Startup Rio foi criado em 2014 e é administrado pela Faperj. O programa já fomentou até agora 48 microempresas e capacitou 300 empreendedores. No total, 146 empreendimentos já participaram dos editais da fundação. O programa faz parte de um conjunto de ações que tem o objetivo de diversificar a economia fluminense, para diminuir a dependência do setor de óleo e gás.

Plataformas

A iniciativa tem proporcionado iniciativas como o Vision Mirror. O espelho interativo apresenta em sua face informações de interesse do usuário. A ferramenta mostra qualquer tipo de conteúdo, como agendas, notícias ou anúncios, projetado em um espelho. Até julho de 2018, o módulo personalizado, com câmera e reconhecimento facial, estará disponível.

A plataforma de Market Place para equipamentos fabricados sob demanda, a Flopo, pode proporcionar uma economia de até R$ 220 mil em mão de obra, para cada empresa, na fase de orçamentos, em um processo de cotação.

 Criamos um modelo para quem solicita e quem produz. As duas partes se comunicam na plataforma – disse Allyson Lisboa, fundador da Startup.

Faça o seu comentário