Sou Janaína Vettorazzi, Dra. em Biologia e trabalho com qualidade da água e meio ambiente desde 1990. Sou professora de Controle de Poluição de Águas, participo de Câmaras Técnicas no COMITÊ DE BACIA DO RIO GUANDU e trabalhei como gestora em unidade do INEA – APA GUANDU.

Quero contribuir dizendo o que sei sobre a situação da água e dizer que a CEDAE tem sua cota de culpa pela qualidade da água distribuída à população, entretanto, o problema é muito maior do que tratar a água para que fique dentro dos padrões de potabilidade para consumo humano. O problema real é a falta de saneamento na bacia do rio Guandu. Onde, todos os efluentes gerados nos municípios que a compõe são lançados ” in natura” nos corpos hídricos.

Também é fato, que o Estado, não atinge de forma efetiva a fiscalização dos padrões dos efluentes indústrias lançadas nesses mananciais. A “água nossa de cada dia” é verdadeiramente, uma bomba relógio, visto que, nela, certamente estão presentes moléculas químicas oriundas de uso humano, e microrganismos que não são retirados ou inviabilizados através do tratamento convencional da água.

Como disse, o problema é muito maior. É preciso que o Estado e os municípios, executem os projetos de saneamento. Nós especialistas na área, sabemos disso a muito tempo. No município de Paracambi, onde resido, os episódios de mortes de animais que ingerem a água em açude e rios, são constantes, a exemplo, envio a foto de uma das capivaras que morreram após ingestão da água de um açude no bairro chamado Cascata”. Recebo reclamações constantes de moradores, sobre mortandade de animais vistos dentro do rio que corta o município, que é um rio contribuinte com suas águas para o Rio Guandu.

Em 2016, conduzi juntamente as equipes de emergência do INEA E CEDAE, uma ação dolorosa que consideramos crime ambiental, onde em toda a extensão do rio que corta a cidade, haviam animais de diferentes espécies e tamanhos, mortos por intoxicação aguda. Portanto, o problema não está somente dentro da CEDAE, considero o muito maior, do lado de fora. Espero ser útil e que através do canal de vocês, consigamos realmente contribuir para que venham ações efetivas para a melhoria da qualidade de vida de nossos mananciais e certamente, para os seres vivos.. Obrigada!

O Site Seropédica online esteve no local e tirou fotos do esgoto que corre na cachoeira, que alguns anos atrás era usada pelos moradores para banho e local de turismo. Empresa joga esgoto diretamente nos canais de Paracambi, inclusive chorume, contaminando o lençol freático. Moradores ao redor da cachoeira falam do mau cheiro que vem pelos rios que acabam desaguando no Rio Guandu.

Cadê o Meio Ambiente de Paracambi, o INEA, Cachoeira virou esgoto e esta matando animais silvestres

Condição de espuma na água do açude, foto feita de madrugada.

CAPIVARA MORREU ENVENENADA COM A ÁGUA DA CACHOEIRA

Abaixo fiscalização do INEA em 2016

O INTERESSANTE QUE OUTROS SITES DE NOTICIAS JÁ VEM DIVULGANDO A MUITOS ANOS E NINGUÉM FEZ NADA

Faça o seu comentário