A reunião foi realizada neste último dia 20 no Auditório, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) em Seropédica, para apresentação das Diretrizes do Comando do BPRV, além de serem difundidos o planejamento e o alinhamento operacional.

Participaram da reunião todo efetivo da 3º Companhia, com cerca de 90 Policiais Militares que tem a função de executar o Policiamento Ostensivo de Trânsito no Estado do Rio de janeiro nas Rodovias sobre Jurisdição do DER-RJ.

 A reunião foi realizada com o Comandante do BPRV, Tenente Coronel Porto, onde ele falou do aumento na recuperação de veículos roubados sob sua jurisdição, em 136%, entre 16 de janeiro a 17 de fevereiro, se comparando ao mesmo período do ano passado.

O comandante Porto relata que no ano passado o BPRV apreendeu 40 armas durante o ano todo. “Este ano apreendemos 21 armas só nas abordagens entre os meses de janeiro e fevereiro. Eu trouxe algumas ideias de quando comandei o 15º BPM. O Calcanhar de Aquiles da região é o roubo de cargas, de veículos e no interior de ônibus. Por isso criamos o serviço 24 horas de Patamo em rodovias onde existe muito roubo de carga, com isso foi reduzido estes crimes nestes locais.

“Estou com Projeto de Sala de Monitoramento em todos os 24 Postos do BPRV, para garantir a segurança do PM e dos usuários. Também estamos reativando dois Postos, de Albuquerque, que fica localizado entre Friburgo e Teresópolis, e de Miracema. Também apresentamos ao Vice-Governador, Claudio Castro, o Projeto de um Cinturão em todo estado, que consiste em usar scanners moveis e fixos para fazer revista e identificar armas e drogas, dentro de veículos. A ideia e termos quatro equipamentos nas divisas do Estado. Nós estamos aguardando agendamento em Brasília para definirmos a compra e instalação, que deve acontecer em seis meses. Também foi autorizado pelo Secretário da PM, Coronel Rogerio Figueiredo, um helicóptero para fazer patrulhamento na região de Lagos e de Campos”. Destaca Tenente Coronel Porto.