Uma nova pesquisa realizada pela Brigham Young University conclui que as pequenas interrupções diárias para checar smartphones e outros dispositivos estão interferindo nos relacionamentos amorosos. O estudo, que envolveu 143 mulheres que tinham namorados ou maridos, mostrou que 74% delas pensam que os celulares prejudicam suas interações com seus parceiros.

Casais que postam muitas fotos no Facebook são os mais inseguros

Os pesquisadores afirmam que usar o smartphone enquanto está acompanhado desencadeia uma série de eventos negativos: mais conflitos sobre a tecnologia, menor a qualidade do relacionamento, menor satisfação com a vida e maior risco de depressão. Deste modo, as pessoas podem começar a usar a tecnologia para escapar de seus sentimentos ruins e, por consequência, também magoar seu parceiro.

– Este ciclo faz com que as pessoas ficam presas, permitindo que a tecnologia interfira, mesmo em pequenas formas, na relação. Isso pode começar a desgastar lentamente a qualidade do relacionamento – disse Brandon McDaniel, um dos cientistas.

Veja os resultados da pesquisa:

– 62% das mulheres disseram que a tecnologia interfere no tempo livre em que está com seu parceiro.

– 35% afirmaram que o parceiro pega o telefone no meio de uma conversa quando recebe uma notificação.

– 25% falaram que seu parceiro responde, por meio de textos, a outras pessoas durante conversas do casal.

Sarah Coyne, a outra líder do estudo, listou dicas para que o telefone não atrapalhe o relacionamento de um casal:

– Coloque o telefone em outro lugar, como em uma bolsa ou em uma prateleira

– Se você precisar verificar algo importante, primeiro explique e só depois pegue o telefone

– Não fique na defensiva quando chamam sua atenção para parar de mexer no celular. É a forma de seu companheiro dizer que gostaria que você se conectasse a ele.