A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a cerimônia de aposentadoria do K9 Apolo, integrante do Grupo de Operações com Cães (GOC/RJ). O evento aconteceu na superintendência da PRF no Rio de Janeiro, na manhã de quarta-feira (19).

Durante a solenidade, o superintendente da PRF no Rio, Silvinei Vasques, ressaltou a importância da área de cinotecnia, que vem crescendo a cada ano, com a construção e entrega das novas instalações ao GOC/RJ, aquisições de materiais de ponta e capacitação em nível nacional e internacional.

“Ter o privilégio de proporcionar uma cerimônia de aposentadoria a um dos nossos policiais caninos muito me gratifica e orgulha”, disse Vasques.

Ao final do evento, o condutor do cão, José Carlos Santiago Júnior, fez uma simulação de busca de droga com o K9 Apolo. Logo após, recebeu pelas mãos do policial José Roberto Almeida de Oliveira o certificado de aposentadoria do cão.

Estiveram presentes o superintendente, Silvinei Vasques, o superintendente-executivo, Marcos Alves Pereira, o subcomandante do Batalhão de Ações com Cães (BAC) da Polícia Militar, major Aguiar, representantes do Corpo de Fuzileiros Navais, do 1º Batalhão de Polícia do Exército, policiais rodoviários federais, servidores e terceirizados da PRF no RJ.

O cão será adotado por uma família de Paraty, na Costa Verde do Rio.

Trajetória do K9 Apolo

Da raça pastor-belga malinois, K9 Apolo nasceu em junho de 2009 e iniciou suas atividades na PRF com a participação no curso de operações com cães em 2010, passando por inúmeros testes e provas para sua certificação.

Ao longo de sua carreira policial, acumulou inúmeras apreensões, somando em seu currículo, 1,5 tonelada de cocaína, 3,3 toneladas de maconha, 12 fuzis , 35 pistolas, 123 carregadores e mais de 18 mil munições de diversos calibres.

PRF

Faça o seu comentário