Um dia depois de anunciar a realização do concurso para diversos cargos, a Câmara Municipal de Seropédica (CMS) decidiu anular a realização do certame, causando surpresa em que já se preparava para se candidatar a uma das vagas. O edital que oficializava a seleção se referia a mais de 20 vagas para diversos níveis de escolaridade. A informação sobre o cancelamento foi divulgada por meio de uma postagem na rede social Facebook.

Ao tomar conhecimento da volta atrás por parte da presidência da CMS, a reportagem do ATUAL entrou em contato com a assessoria da Mesa Diretora do Poder Legislativo municipal para confirmar se realmente o cancelamento era verídico, informação que foi confirmada. O cancelamento foi oficializado através de um ato assinado pelo presidente da CMS, vereador José Celso da Costa. Segundo o documento, a decisão se prendeu ao fato de que a remuneração prevista para alguns cargos estava abaixo do piso regional salarial, especialmente nos casos de procurador, contador e administrador.

Outra razão que motivou o cancelamento foi o fato de a Ordem dos Advogados do Brasil não ter sido convocada a participar dos atos relacionados ao concurso. Isso porque, havendo a seleção para o cargo de procurador, havia a obrigatória necessidade de a entidade se fazer presente em etapa da organização do concurso.

Os cargos a que se relacionava o concurso eram de contador (1); procurador (1); administrador (1); técnico em administração (2); técnico em contabilidade (1); técnico em informática (1); assistente administrativo (2); assistente de telefonia (1); assistente de almoxarifado (2); motorista (1); auxiliar de administração (2); recepcionista (2); auxiliar de segurança (2); auxiliar de serviços gerais (2); e auxiliar de copa e cozinha (2).

Fonte: Atual

Faça o seu comentário