O voto continua sendo a melhor arma para acabar com os Corruptos do Brasil

Se os absurdos da corrupção absoluta do poder público parecem não afetar a classe política quase como um todo e se continuam a maquinar saídas para o comprometimento de suas carreiras, urge que a cidadania brasileira encontre uma resposta.

Vários movimentos de protesto já ocorreram, os de rua, mais do que expressivos, e os encaminhamentos de leis de iniciativa popular, esses que também os parlamentares procuram mutilar, em seu próprio interesse.

Várias e respeitáveis pessoas têm se manifestado a respeito, e faço coro com todos os que julgam necessária uma resposta forte, que, contudo, não poderia extrapolar os limites da democracia. Se esta tem defeitos, que até podemos medir nesses difíceis momentos, piores seriam as soluções autoritárias e a luta interna na forma de uma comoção civil, que ninguém, em sã consciência, pregaria.

A meu ver, o voto continua sendo a melhor arma e o protesto pela não participação, ou pela nulidade do sufrágio, tem efeito reverso, ou seja, favorecendo os malandros de sempre. Então vejamos, se os políticos de hoje ou são partícipes desse lamaçal, ou são omissos pela visão resignada dos fatos, pouco, quase nada de injustiça se faria ao adotarmos, em conjunto, a estratégia de não reeleger ninguém.

Qual dos partidos ou suas facções reconheceu a participação nos fatos que exauriram a nação de recursos que faltaram nas maiores prioridades do povo brasileiro? Qual dos implicados, com fatos escancarados e com cuidadosos escrutínios de suas ações, deu qualquer resposta convincente de inocência? Ao contrário, usaram e abusaram no desrespeito às mais medianas das inteligências. Quais são os políticos envolvidos na corrupção? Você não indo votar, o dinheiro da multa vai para o Fundo Partidário para os partidos elegerem aqueles corruptos novamente, pense nisso.

O mesmo se pode dizer dos privilégios, aposentadorias, planos de saúde, complementações absurdas e revoltantes. Nenhum político veio a reconhecer os fatos e a aceitar a ideia de suprimir qualquer dessas escandalosas concessões.

Escolha candidatos da sua cidade, candidatos que nunca concorreram para cargo nenhum, assim você vai contribuir em pôr na cadeia os parlamentares que usam de seu cargo para não responderem na justiça.

Faço, portanto, leitores, uma modesta sugestão: “Na próxima eleição, para o Brasil ficar bem, não reeleja ninguém”.

O DESTINO DA MULTA.
Quando você deixa de votar e não justifica, tem que pagar uma multa. Você sabe quem ganha com isso?
Assim, quando o eleitor deixa de comparecer às urnas ele não apenas renúncia ao mais importante direito de cidadania, mas além de possibilitar a eleição de quem não o representa ELE AINDA COLABORA FINANCEIRAMENTE COM O ENRIQUECIMENTO DOS PARTIDOS POLÍTICOS, favorecendo aos mais fortes em razão das regras de partilha no Fundo Partidário.

Pense bem: Vale à pena deixar de votar? Escolha um candidato proximo a você, assim podera cobrar dele sempre, e ele podera ajudar sua cidade a crescer.

Faça o seu comentário