Casos aconteceram entre a manhã de sexta-feira e a madrugada deste sábado

Pelo menos 11 pessoas morreram na Baixada Fluminense entre a manhã de sexta-feira e madrugada deste sábado. No caso mais recente, três corpos foram encontrados no terreno da antiga garagem da Viação Tinguá, na Rua Professora Marli Pereira de Carvalho, no bairro Miguel Couto, em Nova Iguaçu. Moradores disseram que desconheciam as vítimas.
Um quarto corpo, do carroceiro Oswaldo Severino da Silva, de 51 anos, foi encontrado na Rua Curtidor, a menos de um quilômetro dos outros. As vítimas teriam sido assassinadas em Belford Roxo e desovadas na cidade vizinha.
Viúva de Oswaldo, a cabeleireira Adriana dos Santos Almeida, de 48 anos, afirmou que os assassinos, que estavam encapuzados, arrombaram a porta da casa onde moram em Belford Roxo por volta de 2h30 da madrugada deste sábado.
“Eles falaram que estavam procurando drogas e armas e bateram muito no meu marido até 3h30. Tudo aconteceu na sala mas eu fui obrigada a ficar no quarto com a cabeça coberta por um edredom”, conta.
Adriana relata ainda que Oswaldo teria sido esfaqueado várias vezes durante as agressões. “Usaram uma faca da minha casa. E de repente deram um tiro. Só um. Acho que foi na cabeça, porque ele morreu na hora”.
Em seguida, o corpo foi arrastado para fora e levado para Nova Iguaçu, onde foi encontrado. Os homens levaram o celular da vítima, um cordão de prata, cartões de passagem de ônibus e R$ 80.
Além dessas quatro vítimas encontradas pela polícia, há informações de outros três corpos em Nova Iguaçu: um na Rua Oscar e dois na Estrada Luiz de Lemos.

De acordo com a Polícia Civil, um inquérito foi instaurado para apurar as mortes. A perícia do local foi realizada e investigações estão em andamento.

Quatro mortes na sexta-feira

Na manhã desta sexta (27), policiais militares do 20ºBPM (Mesquita) foram checar denúncia no bairro Inconfidência, em Nova Iguaçu. De acordo com informações da Polícia Militar, as equipes se depararam com homens armados e houve confronto.

Na ação, três criminosos ficaram feridos e foram socorridos no Hospital Geral de Nova Iguaçu, mas não resistiram aos ferimentos. Com eles, os militares apreenderam um fuzil, uma pistola, um revólver, rádios comunicadores, drogas e roupas camufladas. A ocorrência foi encaminhada para 52ªDP.

À noite, um homem teria sido executado na Estrada do Iguaçu com a Rua Ceará, próximo a um posto de gasolina. A informação, não confirmada pela Delegacia de Homicídios da Baixada, foi publicada no Facebook Notícias de Nova Iguaçu e Região. Com isso, chegaria a onze o número de mortos na cidade em dois dias.

Fonte: O DIA

Faça o seu comentário