Cidade turística pede paz desde o início do ano

Três homens, que segundo a polícia, seriam possivelmente envolvidos com o tráfico de drogas, morreram, e um policial identificado apenas como cabo Silva de 39 anos, lotado no 33º Batalhão da Polícia Militar (Angra dos Reis), foi baleado na manhã desta quarta-feira. O PM levou dois tiros no tórax, durante confronto com traficantes no bairro Sapinhatuba 2 e está internado no Hospital Geral da Japuíba, em estado estável, conforme o último boletim médico da instituição.

Segundo a PM, o patrulhamento foi intensificado em vários bairros na cidade do Sul Fluminense, por conta de seguidos tiroteios nos últimos dias. Quadrilhas rivais estão em guerra pelo controle de pontos de vendas de drogas no município, especialmente no Complexo de Sapinhatuba 1, 2 e 3. O objetivo do cerco do 33º BPM é evitar novos confrontos.

Nesta terça-feira, conforme entrevistas do delegado titular da 166ª DP, Bruno Gilaberte, a veículos de imprensa da região, intensa troca de tiros foi registrada entre policiais e bandidos no bairro do Frade, outra localidades que vem sendo palco de graves conflitos. Houve operação da PM, mas em presos. Ninguém se feriu, apesar de uma bala perdida ter atingido a lataria de um ônibus envolvido no meio da troca de tiros.

No domingo passado, outros dois homens morreram durante outra troca de tiros, no Morro da Lambicada, outro alvo de disputa do tráfico. Apurações da delegacia local revelam que os confrontos envolvem traficantes da facção Terceiro Comando Puro (TCP) e integrantes do Comando Vermelho (CV). No bairro Belém as mesmas quadrilhas se enfrentam para o controle do tráfico local. As ações da polícia, segundo a corporação, estão sendo reforçadas, no Complexo de Sapinhatuba, Morro da Lambicada, Frade e Belém. Assustada, a população tem pedido socorro pelas redes sociais desde o início do ano.

“Pelo amor de Deus, tirem nossa cidade histórica, turística e pacata das mãos de traficantes, Não suportamos mais tanto medo e violência”, apelou um internauta pelo Facebook, comentando que traficantes do Rio estariam chegando em massa no município, fugindo de operações do Exército na Capítal.