Um acidente envolvendo dois caminhões e cinco carros de passeio na Ponte Rio-Niterói, sentido Rio, deixou duas pessoas gravemente feridas, na manhã desta sexta (05). As vítimas são o motorista de um dos caminhões envolvidos, que transportava água mineral, e o ajudante.

As vítimas ficaram presas às ferragens, mas foram retirados e socorridos para hospitais da região. Segundo a Ecoponte, administradora da via, o tempo de travessia no sentido Rio é de uma hora e meia e no sentido Niterói, de 25 minutos.

Os feridos estão em estado grave, segundo a Ecoponte. Um deles foi socorrido para o Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói. A segunda vítima também foi retirada das ferragens e socorrida por um helicóptero do Corpo de Bombeiros para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo. A ponte chegou a ficar fechada nos dois sentidos para que a aeronave pudesse pousar, mas já foi liberada.

A CCR Barcas afirmou que houve um aumento de 67% na demanda na linha Arariboia, até as 9h desta sexta-feira. Estão sendo realizadas viagens extras, de 15 em 15 minutos, quando o intervalo normal seria de 30 minutos. O engarrafamento já tem reflexo em outras vias. Segundo o Centro de Operações Rio, a Avenida Brasil tem congestionamento na altura do Caju, a Linha Vermelha tem retenções desde a Maré e, na Avenida Rio de Janeiro, há retenções na altura da Av. Brasil.

O acidente ocorreu, na altura da Grande Reta, por volta das 6h35, horário em que é proibida a circulação de caminhões no sentido Rio. Caminhões com dois eixos não podem trafegar das 4h às 10h nos dias úteis. Já os veículos de cargas com três ou mais eixos podem passar na Ponte todos os dias, exceto das 4h ao meio dia. A Polícia Rodoviária Federal é responsável por fiscalizar a passagem dos caminhões. Estão interditadas duas faixas no sentido Rio e uma no sentido Niterói.

Fonte: O Fluminense