Condutor da embarcação que atropelou os banhistas foi encaminhado para a delegacia

Uma lancha atropelou quatro pessoas por volta das 12h desta sexta-feira na localidade Lagoa Azul, em Ilha Grande, no Sul Fluminense. Alexandre da Silva Barros, 43 anos, e Walquiria de Almeida Barros, 29, morreram por conta do incidente. As outras vítimas, Natacha de Oliveira Soares, 28, e Camila Martinez Precoma, 30, foram socorridas para o Hospital Geral de Japuíba. As duas tiveram um dedo do pé direito amputados, além de cortes nas pernas.

As vítimas eram de Campos do Jordão, no interior de São Paulo, e tinham saído em um passeio de saveiro a partir da Vila do Abraão, em Ilha Grande. O saveiro parou na Lagoa Azul, para que os turistas pudessem nadar no mar. Foi quando a lancha os atropelou.

O condutor da embarcação que atropelou os banhistas foi encaminhado para a 166ª DP (Angra dos Reis). De acordo com a Polícia Civil, em depoimento, João Tiago do Nascimento Guimarães alegou que ocorreu um defeito na lancha e ela acelerou, atingindo as vítimas. Ainda segundo a polícia, o homem foi preso e autuado pelos crimes de duplo homicídio culposo e dupla lesão corporal.

Já a Marinha informou que o condutor da lancha foi submetido ao teste de alcoolemia e que não foi detectado traços de ingestão de bebida alcoólica. A instituição também afirmou que notificou o condutor, apreendeu a embarcação para perícias e reteve o documento de habilitação do suspeito para averiguações. “As causas e responsabilidade pelo acidente serão apuradas por meio de inquérito instaurado pela Marinha do Brasil”, disse a corporação em nota.