Após as chuvas intensas que atingiram Seropédica na semana passada, o município enfrentou suas deficiências. Com a subida do nível da maré, o rompimento de barragens e o aumento no volume nos canais de drenagem e rios, a situação tornou-se crítica. As consequências foram severas à população.

A Administração Central ofereceu sua infraestrutura de pessoal, de logística e máquinas (tratores, ônibus e veículos diversos) às secretarias municipais envolvidas no desafio de atender demandas sociais e ambientais.

No entanto, o maior exemplo de mobilização da Rural ocorre com as ações organizadas pelos diretórios acadêmicos, sindicatos, projetos acadêmicos e unidades administrativas, como a Ouvidoria e a Divisão de Guarda e Vigilância (DGV), que demonstraram comprometimento de nossa comunidade com o nosso entorno social.

Caso o Brasil fosse uma grande UFRRJ, seríamos um país mais solidário, fraterno e socialmente comprometido.

Seropédica, 8/3/2020

Reitoria da UFRRJ

Faça o seu comentário