A Direção do Instituto de Veterinária e a Direção do Hospital Veterinário (HV) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) vêm a público esclarecer questões do texto divulgado em 20 de junho no site “Seropédica Online”, referente a uma carta de repúdio ao tratamento recebido no HV na tarde de 12 de junho, quarta-feira.

O Hospital Veterinário da UFRRJ é Hospital Escola, cuja finalidade primária é atuar como laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão para os cursos de graduação e pós-graduação em Medicina Veterinária. Nessa perspectiva, viabilizamos o atendimento à comunidade dentro do regime de trabalho que nos regulamenta. Os funcionários da UFRRJ que atuam no HV são concursados e trabalham no regime de 40 horas de segunda a sexta-feira, mas não apenas no atendimento externo à comunidade.

Às quartas-feiras, no período da tarde, o HV não funciona para atendimento externo, pois é o horário destinado às aulas do Programa de Residência em Medicina Veterinária. Não temos condições de fornecer atendimento adequado nesse turno, pois algumas situações de emergência se desdobram em ações complexas que dependem de outros setores integrados à clínica, como a cirurgia e o diagnóstico por imagem. Ficamos consternados e sensibilizados com a situação relatada no texto, mas, com o quadro de que dispomos, não temos como agir de modo diferente, e ao mesmo tempo garantir a qualidade do atendimento procurado.

Quanto ao custo do atendimento, esclarecemos que, diferente do que ocorre com os Hospitais Universitários destinados a saúde humana, o HV não recebe subsídio suficiente para o custeio do atendimento da média de 80 a 100 animais que por lá passam diariamente. Assim, a cobrança efetuada é destinada exclusivamente ao custeio e à manutenção da estrutura de funcionamento. O preço é inferior ao de uma clínica veterinária particular, mas não é possível praticar um valor muito abaixo, devido à necessidade de aquisição de material de qualidade e investimento em melhorias permanentes na estrutura.

O HV conta atualmente com especialidades em clínica médica como medicina intensivista, dermatologia, oncologia, cardiologia, oftalmologia, medicina de felinos, medicina de animais silvestres, medicina equina, clínica cirúrgica de animais de companhia e produção. Toda essa estrutura é subsidiada em parte pelos recursos de ordem pública, como o pagamento dos salários dos veterinários, a possibilidade de aquisição eventual de algum equipamento de grande porte, e a reforma em andamento. Para o custeio diário, contamos com os recursos advindos da fonte própria que são as taxas cobradas pelos tratamentos.

Reiteramos nossa consternação com o fato relatado, mas também destacamos o empenho, a dedicação e a atuação valorosa da equipe atuante no HV da UFRRJ. Como egressos desta Universidade, temos ciência do quanto a realidade atual do HV contribui para a formação de médicos veterinários com excelente qualidade técnica e do quanto os moradores de Seropédica e de muitos outros municipios do Rio de Janeiro têm se beneficiado do atendimento qualificado por preços abaixo do mercado.

Seropédica, 24 de junho de 2019

Direção do Instituto de Veterinária da UFRRJ

Direção do Hospital Veterinário da UFRRJ

Faça o seu comentário