A Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro  e outras 19 instituições ligadas à tecnologia e ciência assinaram na manhã de 5 de dezembro, Dia Mundial do Solo, um protocolo de intenções que oficializa o início do maior trabalho já realizado no Brasil dessa área: o Programa Nacional de Solos do Brasil (Pronasolos).  O projeto está orçado em R$ 740 milhões, nos dez primeiros anos, e envolverá atividades de investigação, documentação, inventário e interpretação de dados de solos brasileiros para gestão desse recurso e sua conservação.

A Pró-reitora adjunta de Pesquisa e Pós-graduação Lúcia Anjos representou a Rural na cerimônia de lançamento do Pronasolos.

Faça o seu comentário