Projeto Guarda Compartilhada Flona Mario Xavier inicia suas atividades de 2019 com as Escolas Municipais e contam com apoio da Empresa Real Rio para o transporte dos alunos.

Teve início nesta terça-feira (26) as atividades do Projeto Guarda Compartilhada Flona Mário Xavier, com as Escolas Municipais de Seropédica. O projeto oferece atividades de educação ambiental em trilha. São 14 pontos de interesse ambiental, os quais são abordados por alunos da UFRRJ, dos cursos de geografia que iniciaram o projeto. Agora o projeto conta com alunos dos cursos de biologia e engenharia florestal integrando-se ao projeto, como voluntários ou através do estágio.

A escola municipal Valtair Gabi, foi beneficiada como a primeira escola do ano a participar do projeto. A Coordenadora do projeto, Professora Dra. Karine Buenos Vargas, que pertence ao Departamento de Geografia da UFRRJ, disse: “O projeto foi muito bem recebido pela Diretora da E.M. Valtair Gabi, Professora Elizangela. Karine fala que este projeto é uma atividade diferenciada para os alunos e para as escolas municipais, as quais dificilmente conseguem fazer visitas técnicas e trabalhos de campo pela falta de transporte, e o projeto oferecendo o transporte a escola facilita muito”. Destaca.

O projeto Guarda Compartilhada Flona Mário Xavier contará no ano de 2019 com o apoio da Empresa de Transportes Real Rio fazendo o translado dos alunos da escola para a Flona Mario Xavier uma vez na semana, pois é necessário transporte para buscar e trazer na escola, sendo esse fator um dos grandes desafios do projeto, segundo a coordenadora Karine, que destaca que esse apoio da Real Rio é fundamental para conseguir levar adiante o objetivo do projeto, que é difundir conhecimento ambiental e reconhecimento da Flona Mário Xavier como Unidade de Conservação de destaque, a qual necessita de cuidados de todos pra se manter conservada, não podendo deixar de agradecer a todos os funcionários da Flona que colaboram com a manutenção da unidade.

As atividades do projeto Guarda Compartilhada serão esse semestre toda terça e quarta-feira de manhã, e as escolas são contatadas ao longo do ano pelos organizadores, devendo esperar pelo contato do grupo, pois trata-se de um projeto de extensão e de caráter voluntario, em que os envolvidos possuem outras atividades a exercer na universidade, não podendo atender a visitação todos os dias.

Esse ano o grupo ainda pretende organizar eventos na Unidade, afim de oferecer atividades para toda a comunidade, e já adiantam que entre os dias 20 e 24 de maio será organizado pelo grupo a I SEMANA DA BIODIVERSIDADE, sendo durante as manhãs na Flona e na parte da tarde no Campus da Rural, o evento promete muitas atrações e será aberto pra toda comunidade, em breve será divulgado mais informações.