Em 2019 docentes do Instituto de Química (IQ) da UFRRJ realizaram um projeto de Extensão voltado para a capacitação de professores. O curso chamado: “Ciência na sala de aula: atualização profissional da prática do ensino de Ciências/Química para professores de ensino fundamental e médio” foi um sucesso. A atividade é anual e teve rapidamente suas vagas esgotadas, pensando em atender a uma demanda ainda maior de professores foi criado um e-book para complementar e de certa forma expandir o curso realizado no ano passado.

O e-book com o mesmo nome do curso tem 29 páginas e contém 21 experiências. Todas são de fácil realização, usam materiais acessíveis e tem como objetivo tornar mais atrativo o ensino da Química em sala de aula. O material foi lançado no dia 16 de setembro nas redes sociais do projeto e promete facilitar a vida dos professores na hora de tornar suas aulas mais práticas. A docente Andressa Esteves, do Departamento de Química Orgânica, é uma das coordenadoras da iniciativa e contou que tanto o curso quanto o e-book assim como outros projetos de Extensão do IQ são realizados pelo mesmo grupo.

A docente também relatou o que motivou a produção do livro. “Como vimos no curso de capacitação, os professores da rede básica de ensino possuem muita carência de espaços e materiais para implantarem em suas aulas atividades lúdicas e interessantes para os alunos. Isso gera uma desmotivação do professor com a carreira além do desinteresse dos alunos pelos assuntos das aulas”, contou a educadora. Segundo Esteves, este e-book e também o curso presencial podem ajudar a dar mais motivação para professores e alunos ao apresentar novas possibilidades de experiências científicas de baixo custo.

O e-book que foi disponibilizado gratuitamente nas redes sociais do Grupo de Extensão em Práticas de Ensino de Ciências (GEPEC.IQ.UFRRJ) do qual a iniciativa faz parte e também nas redes da universidade Rural. O livro levou quatro meses para ser produzido e foi inspirado em uma cartilha produzida para os professores que haviam participado do curso presencial. Todas as ilustrações contidas nele foram criadas especialmente para o material.

A equipe espera que assim como o curso, o material sirva para contribuir para a melhoria do ensino de Ciências e da Química nas escolas e incentive mais alunos a descobrirem interesse pela área. Além disso, projetos como esse ajudam os estudantes a perceberem como a Química se faz presente no cotidiano deles.

Além dos materiais baratos e de fácil acesso também houve durante a produção do material a preocupação com a linguagem usada. “Estamos acostumados a escrever artigos científicos que possuem uma linguagem bem mais técnica. No e-book, tivemos o cuidado de passar o máximo de informações científicas, porém com uma linguagem mais acessível”, explicou Andressa Esteves.

Quem também assina a iniciativa é a professora do Departamento de Química Analítica, Vanessa Gomes. De acordo com ela a maior vantagem do e-book é a facilidade de divulgar e distribuir o material. O que se perderia se fosse apenas o curso presencial ou um material impresso.

Para que pudessem fazer parte do livro, os experimentos precisavam usar materiais baratos, acessíveis e cotidianos. No total 14 pessoas, entre professores, técnicos administrativos e alunos participaram da produção do projeto.

De acordo com Vanessa Gomes, o maior desafio foi encontrar experiências que usassem apenas materiais de baixo custo e de fácil acesso que pudessem ser reproduzidas nas salas de aula das escolas. A professora também falou sobre a importância de um material como esse na vida dos estudantes do ensino fundamental e médio. “Além de terem aulas mais dinâmicas, os alunos poderão entender que a ciência faz parte do seu dia a dia, não sendo algo distante e intocável”, explicou.

Segundo a docente produzir essa publicação foi uma de suas melhores experiências como educadora. “Levar ciência de baixo custo e fácil realização para alunos pode mudar como este enxerga uma disciplina e até mesmo sua escola como um todo. Gosto de pensar que estamos trazendo crianças e adolescentes para mais perto de um assunto que eles antes acreditavam estar fora de sua realidade”, ressaltou Gomes.

De acordo com as professoras o projeto terá continuidade no futuro. “Nossa ideia é preparar novos e-books que estarão relacionados aos temas que abordaremos nas próximas edições do curso de capacitação para professores. De maneira geral, o tema dos próximos e-books continuarão girando em torno de experiências, aplicações, uso de materiais alternativos a serem usados e melhorias da educação”, contou Andressa Esteves.

Para ter acesso a esse e outros projetos de Extensão desenvolvidos pelo GEPEC.IQ da UFRRJ basta acompanhá-los nas redes sociais.

Comunicação Proext*

Fonte: UFRRJ