A Feira da Agricultura Familiar de Seropédica, teve seu início no dia 14 de setembro de 2016, e funcionava dentro do Prédio do P1 da UFRRJ. Agricultura Familiar, tem como objetivo o fortalecimento das atividades desenvolvidas pelo produtor familiar, de forma a integrá-lo à cadeia de agronegócios, proporcionando-lhe aumento de renda e na valorização do produtor rural e a profissionalização dos produtores familiares.

Assim que houve a suspensão das aulas presenciais na UFRRJ em março de 2020, devido a Pandemia do Coronavírus, a Feira da Agricultura Familiar teve uma parada. Atualmente ela está funcionando no km 47 na área do CTUR.

O Projeto da Agricultura Familiar da UFRRJ foi criado pelos professores, Anelise Dias, Nídia Majerowickz, Igor Silva Pinheiro, Letícia Ribeiro Pinto dos Santos, Stéfane Ketlyn de Oliveira.

A Feira da Agricultura Familiar na UFRRJ é um dos eixos de um projeto de Extensão que envolve também a compra de alimentos para o Restaurante Universitário (RU) diretamente de agricultores, através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), assistência técnica e extensão rural aos agricultores participantes, capacitação de agricultores e técnicos e pesquisas participativas.

Essas ações fazem parte de uma política institucional de apoio à agricultura familiar. A feira e as compras para o RU são canais de venda direta que têm o potencial de fortalecer, gerar renda e dar visibilidade aos agricultores de Seropédica e municípios vizinhos.
A Feira oferece, frutas, legumes e verduras, geleias, doces, alimentos minimamente processados. Os produtos são sem glúten e lactose, plantas alimentícias não convencionais (PANC) e produtos orgânicos sem agrotóxicos.

A Agricultura Familiar está presente em todos os países desenvolvidos, que têm como base de seu dinamismo econômico uma saudável distribuição da riqueza nacional. Mas, para que esta forma de agricultura seja desempenhada de forma eficiente e para que exista um fortalecimento da mesma, é preciso que haja uma interdependência entre diversos fatores sociais, como é o caso de movimentos sociais, diversos ministérios, governos estaduais e municipais, agentes financeiros, entre outros