Em novo espaço, inaugurada a menos de 1 ano, conta com mais de 60.000 itens, e é um dos maiores acervos de obras literárias do estado do Rio de Janeiro.

Além desses livros cadastrados a Biblioteca da Rural tem a seção de Processamento Técnico, onde as obras são catalogadas para disponibilização no acervo e o Setor de desenvolvimento da coleção, onde os livros são registrados.

A bibliotecária da Seção de Referência, Rosana Portugal Tavares de Moraes, explica que o catálogo da Biblioteca está online e pode ser consultado pelo endereço eletrônico (www.pergamum.ufrrj.br).

A Biblioteca tem wi-fi gratuito, podendo ser utilizado para pesquisas e também para consulta ao catálogo de obras. As buscas podem ser feitas por Autor, Título e Assunto. Deve-se anotar a localização da obra desejada para identificação na estante. Essa consulta também pode ser feita pelo celular, através do Pergamum mobile.

“A Biblioteca tem acesso para cadeirantes, possui dois grandes salões para leitura e pesquisa, além de cabines para estudo individual e em grupo. A comunidade de Seropédica poderá utilizar o espaço da Biblioteca para consultar e estudar com nossos livros, só não é permitido fazer empréstimo de obras, este só pode ser feito a pessoas que tenham vínculo com a universidade (alunos, professores ou técnicos administrativos). A Biblioteca também oferece visita guiada para grupos de alunos ou demais interessados em conhecer o funcionamento, a estrutura, o tratamento informacional dado às obras e todo o processo de pesquisa ao acervo. Para agendar a visita guiada, o representante da escola deve entrar em contato conosco pelo e-mail ([email protected]), quando agendaremos data e hora”. Destaca Rosana.

O horário de funcionamento é de 8 as 22 horas, de segunda a sexta-feira, sem interrupção para almoço. A biblioteca tem armários para guardar seus objetos pessoais, não podendo entrar com bolsas ou pastas, é permito entrar com not-books para fazer consultas ou trabalhos estudantis.

Sua História

Biblioteca Central da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro tem suas origens na época em que foi criada, pelo Decreto-lei nº 6.155, de 30/12/1943, a Universidade Rural, após uma série de mudanças pelas quais passou a Escola Superior de Agricultura e Medicina Veterinária, criada pelo Decreto nº 8.319, de 20/10/1910, e funcionava na Avenida Pasteur, nº 404, na Praia Vermelha, na cidade do Rio de Janeiro.

Em 1948, pela portaria CNEPA n.º 95, na administração do professor Waldemar Raythe, então diretor do Centro Nacional de Ensino e Pesquisas Agronômicas do Ministério da Agricultura, foi criada a Biblioteca Central da UFRRJ. Também em 1948, além de consolidar novos cursos e serviços criados, a Universidade Rural começou a ser transferida para as instalações onde atualmente funciona, às margens da Antiga Rodovia Rio-São Paulo, hoje BR-465, em Seropédica.

Em dezembro de 1958, com o assessoramento técnico do IBICT – Instituto Brasileiro de Ciência e Tecnologia, a Biblioteca transferiu-se para as novas instalações da Universidade Rural, no Km 47 da Antiga Rodovia Rio-São Paulo (atual Km 7 da BR 465). Ficou localizada no segundo andar do Pavilhão Central, sendo instalada pelo então Instituto de Economia Rural, na gestão do Professor Rômulo Cavina, com a colaboração do Instituto Brasileiro de Bibliografia e Documentação, em execução do convênio assinado pelos Ministros Professor Clóvis Salgado e Professor Mário Meneghetti, pelo presidente da COSUPI, Professor Ernesto Luiz de Oliveira Junior e pelo Magnífico Reitor da Universidade, Professor José de Salles Fonseca.

Foto antiga da BC, quando localizada no 2º andar do Pavilhão Central da UFRRJ

Em 1963, a Universidade Rural, pelo Decreto nº 1.984/63, passou a denominar-se “Universidade Rural do Brasil”, e depois, em 1965, pela Lei nº 4.759/65, passou a ser chamada “Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro” (UFRRJ).

Com a expansão do acervo e dos serviços prestados pela Biblioteca dentro da comunidade acadêmica, verificou-se a necessidade da transferência do acervo para novas instalações. Construiu-se, então, um novo prédio para a Biblioteca ao lado do Pavilhão Central, para o qual a Biblioteca foi transferida em julho de 1973.

A partir desta data, a BC teve seus serviços reestruturados e seu acervo desenvolvido, passando a ser um órgão suplementar da Universidade, ficando subordinada hierarquicamente à Vice-Reitoria da UFRRJ, conforme estabelecido no Regimento Geral e no Estatuto da Universidade, aprovado pelo Parecer nº 3.716/74, publicado no D.O.U. de 02/12/1974. Foi registrada no Conselho Regional de Biblioteconomia, 7ª Região, sob o nº 47, em 30 de março de 1976.

Fonte da História: UFRRJ

Faça o seu comentário