Em cerimônia realizada nesta quarta-feira (17), no auditório do Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro (DER-RJ), o Instituto de Segurança Pública diplomou a diretoria do Conselho Comunitário de Segurança de Seropédica e outras 25 diretorias que foram eleitas no ano de 2014.

Estavam presentes na diplomação o Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Coronel PM Ibis Silva Pereira; o Diretor-presidente do ISP, Coronel PM Paulo Augusto Teixeira; a Coordenadora dos Conselhos Comunitários de Segurança, Major PM Claudia Moraes; o Diretor do 3ª DPA, Dr. José Fagundes de Rezende; e o Superintendente da Subsecretaria de Educação, Valorização e Prevenção da Secretaria de Estado de Segurança, Sr.Pehkx Jones Gomes da Silveira . Seropédica foi representada pelos membros do CCS e pelo secretário de Ordem Pública Fernando Martins.

Durante o evento, a Major Claudia Moraes agradeceu aos Delegados de Polícia Civil e aos Comandantes da Polícia Militar por todo o apoio e, agradeceu também, aos membros dos CCS. “As pessoas que participam das reuniões são as verdadeiras merecedoras de reconhecimento, pois participam das reuniões voluntariamente. Os conselheiros demonstram que realmente se importam com o que acontece com a sociedade”, destacou.

Coronel Ibis afirmou que não se pode pensar em segurança se a sociedade não estiver unida. E o Coronel Teixeira concluiu ressaltando a importância que os Conselhos têm para o ISP e para as polícias. “Não há como patrulhar ou investigar sem o consentimento dos senhores. Não existe polícia sem sociedade. Eu me inspiro em cada um de vocês, todos são muito importantes para o ISP e não teríamos chegado até aqui sem vocês”, encerrou.

Adriano Amaral, presidente do CCS de Seropédica, afirmou que foi muito gratificante participar da diplomação. “Este é um momento que sinto a sensação de dever cumprido, pois é a prova que o Conselho esta fazendo seu trabalho de forma correta, atualmente implantamos a ata eletrônica que possibilita maior rapidez no encaminhamento das demandas”, disse.

Para Edvá Oliveira de Brito, ex presidente do CCS e atual vice presidente, a diplomação do Conselho no ISP é a comprovação do dever cumprido. “Aqui somos todos voluntários, participamos do CCS pois queremos ter uma Seropédica melhor, mais organizada e com mais segurança”, encerrou.

conselho de segurança