Secretaria de Educação e Governo do Estado levam alunos de Seropédica para Educação Ambiental na Maior Estação de Tratamento de Água do Mundo.

Alunos da escola municipal Panaro Figueira de Seropédica, visitaram hoje (29) a Estação de Tratamento de Água do Guandu na divisa com Nova Iguaçu.

A professora de Ciências Patrícia Regina que orientou o que chamou de passeio turístico-ambiental, lembrou que as crianças tiveram o privilégio de conhecer e ver como é tratada a água, em todas as etapas, naquela que é a maior estação de tratamento do mundo em volume de água (43 mil litros de vazão de água por segundo, números que inscreveram a ETA no Guinness Book, o famoso livro dos recordes).

Patrícia destacou a importância da valorização do trabalho de educação ambiental e disse que, a partir do conhecimento que os alunos tiveram, a utilização e água como um bem natural será ainda mais valorizada pelos estudantes.

Para os técnicos e orientadores ambientais da Cedae, a ida de estudantes Estação de Tratamento do Guandu faz parte de um programa de conscientização ambiental da empresa de saneamento básico do governo estadual.

Para o Gerente do Sistema Lameirão/Guandu, Carlos Fernando Lopes Monteiro, é muito positivo o resultado das visitas de alunos, inclusive de ensino superior – e até mesmo de estudantes do exterior -, à ETA do Guandu. Ele destacou que, atualmente, os pais são chamados a atenção pelos filhos quando deixam a torneira aberta de suas casas para se ensaboar durante o banho.

A Agente ambiental da Cedae, Débora Tame Teixeira Gonçalves destacou o aumento do nível de conscientização das crianças a partir das visitas guiadas à Estação de Tratamento de Água do Guandu. Ela salientou que, no programa da Cedae, as crianças são orientadas também a preservarem as matas, rios e florestas. Antes restrita a crianças da rede de ensino privado, a visita à ETA chegou à rede pública porque a Cedae adquiriu um ônibus exclusivo para atender às crianças das escolas municipais, abrindo espaço para todos.

 

Faça o seu comentário