Nesta ultima terça-feira (05) a Prefeitura de Seropédica deu posse aos diretores eleitos pela população para ocuparem as vagas de diretores gerais e diretores adjuntos em algumas unidades municipais de Ensino. A cerimônia aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece).

De acordo com a secretária de Educação, Cultura e Esporte, Lúcia Baroni, as eleições para gestores escolares fazem parte de um processo de construção da democracia, e oferecem às comunidades uma oportunidade ímpar, onde cada região participar mais efetivamente das decisões referentes à unidade escolar localizada no bairro. “Todos os candidatos, obrigatoriamente, tinham que possuir curso superior completo em Pedagogia ou Licenciatura, serem membros do magistério municipal estável ativo, terem disponibilidade para o exercício da função no regime de 40 horas semanais, entre outras exigências”, completou a secretária.

Puderam participar do processo de votação os professores e pedagogos de cada unidade escolar, servidores do grupo operacional em exercício na unidade escolar específica, alunos com idade superior a 16 anos e responsáveis por alunos inaptos ao exercício do voto.

“O processo educacional, de acordo com nossa gestão, deve ser participativo. Os alunos, além dos pais e/ou responsáveis, têm voz ativa no que diz respeito às questões educacionais de Seropédica, nada melhor do que a própria comunidade escolher os representantes de suas unidades escolares, pois assim todos escolhem o profissional que mais lhes representam, o que melhora o relacionamento entre Prefeitura e comunidade no que tange à Educação”, afirmou a secretária Lúcia Baroni.
O prefeito de Seropédica, Alcir Martinazzo, ressaltou a importância do trabalho educacional bem estruturado que sendo realizado pela secretária Lúcia Baroni, que aplicou em Seropédica um novo conceito educacional, focada em valores como o Ensino, a Cultura e o Esporte.

“Realizamos as eleições para gestores escolares para que nossos munícipes tivessem a oportunidade de participarem um pouco mais das decisões que envolvem a Educação no município, e para tornar mais transparente o processo de escolha dos diretores, evitando indicações políticas e tendo como foco a capacidade técnica e o apreço da comunidade por cada candidato. Em alguns casos não foi necessária a realização de eleição, pois a própria comunidade, em número significativo, pediu à continuidade da atual gestão. Parabenizo os diretores eleitos, pois o voto da comunidade comprova que o trabalho realizado tem sido positivo. Temos casos em que o candidato vencedor recebeu 92% dos votos, como na Escola Municipal Panaro Figueira, por exemplo, onde o diretor Mário Lorefice foi reeleito”, disse o prefeito Martinazzo.13632724_1014678768645448_1871783581_o 13633381_1014678761978782_1291181928_o 13639716_1014678775312114_1067300169_o 13647155_1014678788645446_1857855743_o