DIA 7 OUTUBRO  Dia “D” Dia Nacional de Vacinação Anti-Rábica

Foi realizado nesta quinta-feira (5), vacinação contra raiva em cães e gatos nos Bairros Fazenda Caxias e Boa Esperança. A Coordenadoria de Vigilância Sanitária, da Prefeitura Municipal de Seropédica, informou que foram imunizadados 991 animais nestes dois bairros. 

                                                 Fiquem atentos 

No DIA D de Vacinação Nacional de cães e gatos a Coordenadoria de Vigilância Sanitária estarão vacinando nos Bairros: km 49, Praça Nildo Romano, km 40 Praça Rita Batista, km 39 na Praça Central, Praça do Jardim Maracanã e Praça do Canto do Rio.

                                                     Pense nisso

vacinação ajuda não só a manter seu cachorro saudável, mas também a evitar a disseminação de doenças, beneficiando toda a população de cães domésticos. Desde que a vacinação de cães foi introduzida pela primeira vez nas cidades, ela tem ajudado a diminuir drasticamente a incidência dessas doenças, que podem atingir os humanos também.

                                               Orientações gerais 

                                  A importância da primeira vacina

Quando nascem, os filhotes contam apenas com os anticorpos fornecidos pelo leite da mãe para protegê-los contra microrganismos nocivos que possam causar doenças. Com o passar do tempo, essa proteção passa a desaparecer e os filhotes ficam vulneráveis. Com o tempo, ele será capaz de combater esses problemas sozinho, no entanto, existem certas condições mais graves que podem ser uma ameaça para a saúde dele.

Ao ser vacinado, o filhote recebe uma pequena dose de vírus ou bactérias para estimular o sistema imunológico a produzir anticorpos contra esses agentes. Tais agentes virais ou bacterianos geralmente estão mortos ou inativados e, portanto são incapazes de provocar doença. Eles apenas servem para o organismo do animal entender a presença de agentes e combatê-los.

A regra geral e obrigatória é que em todo esquema de vacinação para cães deva constar a aplicação da vacina múltipla (V8 ou V10) e antirrábica.

Antes de tomar estas vacinas, é importante que o cãozinho não tenha contato com outros animais.
Orienta-se que espere ao menos uma semana após a última dose da vacina, para expor o filhote. Esse é o tempo necessário para que a vacina interaja completamente com o sistema imunológico do cachorro.

Faça o seu comentário