Apesar de vários anúncios sobre a Vacinação contra a Gripe (H1N1), muitos moradores de Seropédica ainda não vieram aos Postos de Saúde.

O Secretário de Saúde e Defesa Civil, Dr. Carlos José Guimarães Graça, foi um que aproveitou e tomou a vacina e faz um alerta: “O H1N1 causa os mesmos sintomas das outras versões do vírus influenza: febre alta, mal-estar, dor de cabeça, espirros e tosse. A diferença estaria no risco de complicações como a pneumonia. Por isso é bom se precaver tomando logo a vacina”. Destaca o Secretário.

Segundo especialistas o H1N1 é um pouco mais virulento. Ou seja, multiplica-se rapidamente no organismo e provoca mais casos graves em jovens, asmáticos e gestantes”, comenta Rosana Richtmann, infectologista.

O H1N1 integra o time dos vírus influenza tipo A, do qual o H3N2 também faz parte. Esse agente infeccioso, aliás, parece ser mais perigoso para os idosos. A outra família de influenza, do tipo B, geralmente se manifesta de maneira mais branda, segundo Hélio Bacha, infectologista do Hospital Israelita Albert Einstein.

Os especialistas alertam, porém, que as diferenças de agressividade entre os subtipos da gripe são tênues, até porque dependem das constantes mutações que esses vírus sofrem. Em resumo, todos preocupam.

Nesta segunda-feira 06, será dado continuidade na vacinação, que vai até 31 de maio, quando se encerra a campanha.

Faça o seu comentário