Foi realizado nesta terça-feira (12), vacinação contra raiva animal de cães e gatos no Bairro Piranema. Foram vacinados 329 animais pelas equipes da Prefeitura de Seropédica, através da Secretaria de Saúde e Defesa Civil, Coordenadoria de Vigilância Sanitária.

O Sr. Paulo Roberto Pereira, morador na Rua Leopoldina Pereira de Melo, agradeceu a Prefeitura de Seropédica, pelo carinho que a equipe formada pela Veterinária Laís Machado Gribos, o Supervisor de Endemias, Rolivon Pereira de Souza e o Charles Teves da Fonseca, trataram seus cachorros. 

A Coordenadora de Vigilância Sanitária, Daniela Zanoni Bausen, disse que a próxima vacinação será no Bairro Canto do Rio na próxima quinta-feira (14), as equipes estarão a partir das 9:00 horas na Praça Central. E na semana que vem a prefeitura irá vacinar nos bairros São Miguel (dia 19) e Fonte Limpa (dia 21).

Porque vacinar seu cão ou gato?

Embora, nos dias de hoje, a raiva seja uma doença considerada um tanto incomum, ela ainda é tida como uma grande preocupação por parte dos donos de pets. Incurável nos animais e fatal em 100% dos casos, a doença é uma zoonose e, portanto, também pode afetar os seres humanos, sendo que a vacina antirrábica é, ainda hoje, a sua única forma de prevenção.

Tendo isso em vista, no Brasil, a maioria dos estados e municípios promovem campanhas anuais de combate à doença, incentivando que os donos de pets levem seus bichinhos de estimação para que a vacina antirrábica possa ser administrada. No entanto, como ainda há uma grande quantidade de animais abandonados por todo o País, a transmissão da doença não é algo descartado.

Transmitida por meio da saliva dos animais contaminados, a raiva é passada, principalmente, pela mordida dos animais doentes, sejam eles gatos ou cães. Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.