Hidrelétrica PCH Paracambi: concepção de ações preventivas foi o tema do encontro

A troca de conhecimento técnico entre instituições é fundamental para a otimização dos serviços em quaisquer áreas de atuação, sobretudo, nas áreas onde a preservação da vida humana e da natureza fazem parte do trabalho.
 
Na última semana, o Subsecretário de Defesa Civil, Leonardo Rosa, representou o Município de Seropédica na Reunião de Interação e Nivelamento Técnico-profissional da Regional de Defesa Civil 6, Sul II, da qual fazem parte os Municípios de Mendes, Rio Claro, Queimados, Piraí, Itaguaí, Paracambi, Japeri, Engenheiro Paulo de Frontin, Seropédica e Miguel Pereira, onde foi realizada a reunião.
 
O encontro teve por objetivo debater sobre a implantação de ações preventivas relacionadas à barragem da Usina Hidrelétrica PCH Paracambi, cujo reservatório se estende aos Municípios de Piraí e Itaguaí, podendo afetar Seropédica no caso de alguma anormalidade.
 
A cidade de Seropédica, assim como outros Municípios, possui uma Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, denominada COMPDEC. Trata-se do órgão responsável por planejar, articular, coordenar, mobilizar e gerir ações de Proteção e Defesa Civil no Município, ações estas que estão inseridas no Plano de Ação em Emergência (PAE) da Hidrelétrica PCH Paracambi, que foi apresentado às COMPDEC’s dos Municípios pertencentes à Bacia Hidrográfica do Guandu.
 
“Está sendo definido um conjunto de procedimentos e ações para mantermos a controle da segurança na barragem, além de garantirmos uma resposta rápida e eficaz numa situação de emergência que ponha em risco a segurança de Seropédica, que fica na área de escoamento da barragem”, explicou o Subsecretário Leonardo Rosa. À frente do evento, estiveram o Coordenador e o Diretor Adjunto da Regional de Defesa Civil 6 – Sul II – Tenente Coronel BM Augusto Carlos da Cunha Fonseca e Tenente BM Celso Lopes, respectivamente.