Mobilidade urbana, saúde, educação, abastecimento de água e segurança, foram alguns dos assuntos debatidos nesta quinta-feira (30/04), no Museu Ciência e Vida, com os prefeitos Alexandre Cardoso (Duque de Caxias); Sandro Mattos (São João de Meriti), Nelson Vidal (Magé) e Timor (Japeri), no seminário promovido pelo jornal Extra, em comemoração à Semana do Trabalhador.

A Prefeitura de Seropédica estava representada pelos Secretários de planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Manoel Bulhosa, e Comunicação Turismo e Eventos Thiago Ribeiro. Naquele momento o Prefeito Martinazzo estava numa audiência com o Governador Pezão para trazer novas obras para o município de Seropédica. O Secretário de Planejamento Manoel Bulhosa disse: “A Prefeitura de Seropédica participara de todos os Fóruns que existirem, para discutir o desenvolvimento de nosso município e da nossa Baixada Fluminense, como todo, e nesses encontros que  encontramos soluções que as vezes e comum em outros municípios, e nos fortalecemos em estarmos unidos fazendo reivindicações ao Governo Estadual e Federal” comemora Bulhosa.
O prefeito Alexandre Cardoso, que estava acompanhado da primeira-dama e secretária de Ações Institucionais e Comunicação, Tatyane Lima, e do vice-prefeito Laury Villar, defendeu maiores investimentos na área de mobilidade urbana para a Baixada Fluminense, no momento em que a capital fluminense tem recebido recursos para sediar as Olimpíadas de 2016. Na ocasião, o prefeito Alexandre Cardoso propôs a criação de uma Câmara de Compensação Virtual, que iria repor os gastos dos municípios na área da saúde.

O prefeito de Magé Nelson Vidal falou que sua cidade não cresce devido a muitos fatores, e destacou o Pedágio, onde as empresas não querem instalar seus parques industriais, porque onera o valor de seus produtos. “Nós devemos também ver a Máfia dos Pedágios, como aconteceu com a Petrobras acontece também com os Pedágios, alguém esta ganhando com isso, existe uma Lei Estadual que proíbe a construção de Pedágios dentro dos Municípios, somente nas suas divisas territoriais, mas ninguém cumpre essa Lei, e tem vários municípios com o mesmo problema” destaca Nelson Vidal.

DSC_0011 DSC_0006 DSC_0007 DSC_0008 DSC_0010 DSC_0012 DSC_0014 DSC_0015 DSC_0016 DSC_0018 DSC_0020 DSC_0021 DSC_0025 DSC_0026 DSC_0037 DSC_0036 DSC_0035 DSC_0038 DSC_0039 DSC_0040 DSC_0043 DSC_0044 DSC_0042 DSC_0041 DSC_0045 DSC_0051 DSC_0052 DSC_0053

 

Faça o seu comentário