Foi realizado na manhã desta segunda-feira (25), no Parque Todos os Santos em Nova Iguaçu, reunião entre os Pescadores do Rio Guandu, e representantes das Secretarias de meio Ambiente dos Municípios de Seropédica, Japeri, Nova Iguaçu, Queimados, e representantes do INEA, Ministério Público Ambiental, Comitê Guandu, Defensores dos Direitos Humanos, Cedae e Fio Cruz, para encontrarem uma solução para despoluir o Rio Guandu.

A reunião foi coordenada pelo Diretor de Segurança Hídrica e Qualidade Ambiental do INEA, Hélio Vanderlei Coelho Filho, que falou que o objetivo deste encontro foi para trocar informações para que juntos consigam encontrar uma solução sobre os impactos ambientais causados pela contaminação do rios Ipiranga, Poços, Queimados, e Cabuçu, que está atingindo diretamente os pescadores, coma mortandade de peixes.

O Promotor de Justiça José Alexandre Maximino Mota, Coordenador do Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente (GAEMA), falou que a presença dele é para conhecer de perto os impactos ambientais gerados pelo esgoto dos municípios e industrias no entorno dos rios que desaguam no Rio Guandu.

O Presidente da Associação de Pescadores do Guandu, Vitor Ambrozione (PesGuandu) relatou que devido a poluição, os pescadores estão sendo obrigados a se deslocar para outros locais para pescar, com isso está diminuído sua renda familiar. Tanto os peixes e a fauna local está sendo dizimada pelo esgoto sanitário e industrial jogado sem controle no Rio Guandu. “Solicitamos que o INEA faça dragagem nos rios Poços e Queimados para diminuir os impactos ambientais no corpo hídrico Lagoão. Pedimos mais uma coisa, parem de jogar o pó phoslok no Rio Guandu que está acabando com resto dos peixes que sobraram”. Destaca Vitor.  

A Secretária de Ambiente e Agronegócios de Seropédica, Dra. Flavia Constantino que estava presente na reunião, disse que vai estar fazendo parte do Grupo de Estudo que está discutindo a poluição do Rio Guandu, e ver como pode colaborar neste primeiro momento. “Nós temos todo planejamento para dar o pontapé inicial para fazer o programa de saneamento básico do município, e isso é uma coisa que o Prefeito Professor Lucas se preocupa. Meses antes das eleições nós já discutíamos sobre isso, inclusive nós já estamos agendados com o Presidente das Bacias Hidrográficas que vai acontecer em meados de fevereiro. Tanto a Secretaria de Meio Ambiente e de Obras, já nos debruçando sobre isso, mas isso demora um pouco, tem a questão de projetos, a questão do financiamento, já que é uma obra muito grande e necessita de muitos recursos”. Enfatiza Dra. Flavia.

Pescadores da Lagoa do Guandu com o Promotor de Justiça e Coordenador do GAEMA MPE José Alexandre Maximino Mota
De camisa amarela: Secretária de Ambiente e Agronegócios de Seropédica, Dra. Flavia Constantino