A Secretaria de Ambiente e Agronegócios de Seropédica encera a 1º Etapa de vacinação contra a febre Aftosa.

A 1º Etapa teve início no mês de maio, onde a prefeitura de Seropédica percorreu 85 propriedades dentro do município. Foram vacinados Bovinos, Bubalinos de todas as idades. Esta etapa seria encerrada no dia 8 de junho, mas devido à greve dos caminhoneiros, foi prorrogado por mais 15 dias, se estendendo até dia 15 de junho próximo.

A próxima campanha ocorrera em novembro, onde serão vacinados bovinos e bubalinos com idade até 2 anos de vida.

O que é febre aftosa?

Febre aftosa é uma doença contagiosa que afeta principalmente os bovinos. Nos pessoas o risco da doença é pequeno e quando acontece gera algumas aftas e febre.  Já os efeitos no gado são severos. O animal desenvolve aftas, o que dificulta a alimentação e em algumas espécies, pode causar lesões nos cascos. O bovino fica magro e pode ocasionar a morte.

Quando a doença é diagnosticada, a perda é não só de um animal, mas do rebanho inteiro. Os produtores sofrem com a perda das cabeças de gado. A doença afeta diretamente a exportação da carne. Os países que fazem a importação da carne geralmente tem critérios rigorosos quanto à qualidade do produto. Eles restringem a compra de países que sejam foco da aftosa.

Já a população em geral percebe o efeito da doença quando vai aos mercados comprar carne bovina e derivados do leite, pois o preço desses produtos aumenta quando existem focos da doença. Nos humanos a doença não causa grandes problemas.

Qual a importânica da vacina de aftosa?

O médico veterinário e Chefe do Serviço de Saúde Animal da Superintendência Federal de Agricultura de MS – (SFA/MS), Elvio P. Cazola, explica que o setor agropecuário e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) seguem na luta contra a febre aftosa. Tudo em busca de um país livre da doença.

“A vacinação contra a febre aftosa existe em grande parte da América do Sul, como uma das principais estratégias dos programas nacionais de erradicação”, afirma Elvio.

 

Faça o seu comentário