A Prefeitura de Seropédica através da Secretaria de Ambiente e Agronegócio, está realizando com apoio do Estado do Rio de Janeiro a vacinação contra febre aftosa de bovinos e bubalinos. A primeira fase da vacinação teve início este mês, e nesta segunda-feira (27) foi realizado vacinação nos Bairros Santa Alice Nazareth e Coletivo.

A Prefeitura de Seropédica disponibilizou para agricultores familiares, vacinas e técnicos qualificados para campanha no município. A Febre aftosa é uma doença contagiosa que afeta principalmente os bovinos. Nas pessoas o risco da doença é pequeno e quando acontece gera algumas aftas e febre.  Já os efeitos no gado são severos.

A doença afeta a economia da pecuária. Causa prejuízos entre os produtores e encarece a carne consumida pela população com a redução do rebanho bovino, por isso a vacina de aftosa é indispensável no manejo do gado.

O subsecretário de Agronegócio do município de Seropédica, Glauco Antunes, destaca a importância da vacinação de forma correta e nas datas previstas, e para os que fazem por contra própria a data limite para comprar a vacina e somente até o dia 31 de maio de 2019.

“Não se esquecer de preencher a declaração de vacinação juntamente com a nota fiscal e entregá-la na secretaria de Ambiente e Agronegócio do município de Seropédica ou no Núcleo de Defesa do Estado localizado no Ceasa, contribuindo para que o município continue livre da febre aftosa.  A partir desta campanha já está sendo feito o ajuste de procedimentos de transição do emprego da vacina bivalente contra febre aftosa, da dose de 5 ml para 2 ml, visando dar maior segurança no processo e garantir melhores resultados”. Destaca Glauco.

Técnicos orientam os criadores sobre mordidas de morcego e como combater e tratar

Faça o seu comentário