Novamente Onça-parda e morta atropelada em frente ao Quartel DCMun em Seropédica

0
2460

Vários animais como capivaras, saguis, onça-parda são atraídos pela luz dos veículos e acabam morrendo atropelados na RJ 127, estrada que liga os municípios de Seropédica com Paracambi.

A Onça-parda morreu atropelada na noite desta última terça-feira (20) o veículo atropelador não foi identificado. Está área e de proteção Ambiental da Apa do Guandu, local de Mata Atlântica e fica localizada dentro da Área do Exército DCMun em Seropédica.

As cenas com espécies ameaçadas de extinção são um retrato de um filme que não sai de cartaz no Brasil: “A matança de animais por atropelamentos em estradas”. A muito tempo se discuti uma forma de construir uma cerca de proteção ao lado da rodovia, mas nada foi feito até agora.

Em 2017 os Ministérios da Defesa e do Meio Ambiente estudaram proposta de criação de uma nova categoria de unidade de conservação que englobe algumas das áreas terrestres e marítimas sob responsabilidade das Forças Armadas. Na época o Ministro da Defesa, Raul Jungmann, falou que ainda não estava certo se as novas áreas de proteção da flora e da fauna seriam de proteção integral ou de uso sustentável, cujas regras de exploração são mais flexíveis que no primeiro caso.

A Secretária de Meio Ambiente e Agronegócios de Seropédica, Flávia Constantino, ao tomar conhecimento deste problema, está buscando parceria junto ao INEA para juntos encontrarem uma solução para resolverem este problema ambiental que se arrasta por vários anos.

Onça-parda morreu atropelada na noite desta última terça-feira (20/04/21)

Está Onça-parda morreu atropelada em 2016

Capivaras pastando ao lado da RJ 127 aréa do Quartel do Exército DCMun