Quando se pensa em sustentabilidade a primeira ideia que vem à mente é reciclar. É com esse propósito que o projeto “Reciclando Ideias” busca implementar e transformar a vida de catadores em condições mais dignas de trabalho e melhor qualidade de vida. Nesse pensamento é que a Assistência Social e Direitos Humanos de Seropédica em parceria com as Secretarias de Ambiente e Agronegócios, Saúde e Defesa Civil, idealizaram este projeto.
A Coordenadora de Prevenção de Dependentes Químicos e Políticas Publicas Ana Helena Francisco disse: “Nós chegamos à conclusão que a Secretaria de Ambiente vai muito além da visão que nós temos, entre arvores, plantas e animais, existe o meio ambiente social o meio ambiente do trabalho, porque não podemos fazer um projeto que atenda o que os catadores de lixo precisam? então fizemos uma visita a COOTRASER (Cooperativa de Catadores de Seropédica) e perguntamos o que elas precisavam para desenvolver seu trabalho. E elas falaram que precisavam de Cidadania, então fizemos o 1º momento foi sobre problema com os filhos o 2º momento foi sobre a rede sócio assistencial, o 3º momento foi sobre RAPS Rede de Atenção Psíquico Social e o 4º momento foi esta Culminância, onde as catadoras tiveram um Dia da Beleza” destaca Ana.
A Coordenadora de Educação Ambiental Fabiana Silva tem participado ativamente em orientar o reaproveitamento de garrafas pet, garrafas de vidro e latas de alumínio em arte onde gera emprego e renda: “Essas ações foram pontuadas, marcadas nos dias que elas tiveram disponibilidade, e estaremos fazendo outras ações que ainda serão agendadas, estaremos vendo quem não tem cartão do SUS por exemplo, estamos dando curso de reciclagem com artigo reutilizável, estamos dando toda orientação possível, estaremos resolvendo algumas outras demandas para as cooperadas e auxiliando no que for necessário, a Secretaria de Ambiente e Agronegócios já disponibilizou veículo para transportá-las, e estaremos acompanhando todo o trabalho” disse.
A Assistente Social e Coordenadora do CAPS Bicho da Seda, Fabiola Spolador Ramalho da Secretaria de Saúde e Defesa Civil falou que está representando a Coordenadora do CAPS, Jamila Barros: “Hoje está acontecendo uma atividade Inter setorial, são várias Secretarias unidas em torno de um objetivo de trabalhar a autonomia, auto estima, dessas catadoras, nesta questão da feminilidade, do cuidar de si mesma, porque as vezes ficam um pouco esquecidas, embrutecidas pelos sofrimentos, pelas necessidades de se manter, muitas tem mais de um filho, que nem sempre o pai se faz presente. As vezes este trabalho é sua única fonte de renda, e ainda é uma atividade informal, não é padronizada, não tem um salário fixo, nós do CAPS fomos convidadas a participar desta atividade, em orientar essas catadoras, que são na maioria mães, e a Rede de Atenção Psíquico Social aqui no município, pode dar atendimento de saúde gratuitamente, elas tem direito a isto, e muitas não sabiam que poderiam ir a ao Ginecologista, Dermatologista, Dentista, Pediatra, Psiquiatra, algumas dessas catadoras podem ter problema de dependência química em sua família, e perguntam o que fazer? elas ficavam muito a mercê do trabalho e no cuidado dos filhos “destaca.
No final do evento houve um sorteio de um Curso Profissionalizante de Mecânica Industrial oferecido pelo SIMTEC de Itaguaí. O SINTEC oferece vários cursos profissionalizantes e de qualificação profissional. Veja pelo site www.cursossim.com.br, esses cursos estão localizados na Rua Dr. Curvelo Cavalcante 301 Centro Itaguaí. Estiveram presentes o Secretário de Ambiente e Agronegócios Ademar Quintela, o Secretário de Assistência Social Professor Antônio Gaborcci Bruno e o Chefe da Flona Mario Xavier Ricardo Nogueira.

DSC_0095DSC_0037DSC_0066DSC_0068DSC_0075DSC_0042DSC_0076DSC_0071DSC_0074DSC_0084