A Prefeitura Municipal de Seropédica realizou nesta última sexta-feira (11) a Conferência Municipal de Assistência Social no CAIC-Paulo Dacorso Filho (quilômetro 7 da BR-465 – km 47 da ant. Est. Rio-São Paulo). O evento idealizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos teve como tema: “Garantia de Direitos no Fortalecimento do SUAS”. Participaram 15 instituições com um público de 116 pessoas.

Participaram da Mesa de abertura: Marta Alves, Diretora da Proteção Social, Fernanda Moffati, Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Miguel Jorge, Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Amaurildo Soares, Vice-prefeito de Seropédica, Daniela Zanoni Bausen, Coordenadora de Vigilância Sanitária.

O SUAS, como é denominado, é o Sistema Único de Assistência Social, e tem como diretriz organizar a oferta de assistência social em todo país, por meio da promoção do bem-estar e proteção social das crianças, pessoas com deficiência, adolescentes, jovens e idosos, bem como qualquer cidadão que tenha necessidade de assistência. O Sistema também articula recursos dos três níveis de governo no intuito de financiar e executar a Política Nacional de Assistência Social (PNAS).

A Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos de Seropédica, Fernanda Moffati esteve presente no evento e falou a respeito da importância da Conferência. “Tanto o Poder Público quanto a sociedade civil de Seropédica acompanham a gestão da Assistência Social no município, essa parceria busca consolidar um modelo de gestão participativo e transparente no que se refere à concepção e execução das estratégias de Política Social de Seropédica, por isso esta Conferência é um evento extremamente importante, pois aqui traçamos ações futuras e debatemos sobre o que já foi realizado”, afirmou.

Dentro da propostas tiradas na Conferência, para ser apresentadas na Conferência Estadual, devemos destacar duas, que tiveram mais debate:

 1º Capacitação para as famílias contempladas no Programa Bolsa Família, como condicionalidade para que possam ser preparadas para entender que esse é um programa temporário é o maior objetivo é a Promoção Social das famílias. E ainda a capacitação para os familiares que estão em busca da restituição do poder familiar e para familiares de pessoas idosas que se encontram em Instituições de Longa Permanência para Idosos- ILPI.

 2º Ampliação do Benefício de Prestação Continuada – BPC para contemplar mais de um portador de deficiência na mesma família.

 

Faça o seu comentário