O projeto ‘Baixada Pra Cima!’ é um experimento social co-financiado pela União Europeia, e que tem a coordenação de duas instituições pioneiras em elaborar propostas cujo foco é o desenvolvimento humano, o Comitato Internazionale per lo Sviluppo dei Popoli (Comitê Internacional para o Desenvolvimento dos Povos) – CISP, e a Organização Não Governamental (ONG) brasileira Se Essa Rua Fosse Minha – SER. Em Seropédica a iniciativa acontece em parceria com a Prefeitura através da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos, Trabalho e Emprego (Smasdhte), e conta também com a parceria do Circo Baixada e a colaboração da Regione Marche.

O ‘Baixada Pra Cima!’ foi concebido com o objetivo de criar condições para que jovens dos 13 municípios que compõem a Baixada Fluminense conheçam seus direitos como cidadãos e, saibam elaborar propostas de políticas públicas que melhorem o acesso aos serviços sociais básicos aos quais têm direito. Nesta terça-feira (16), dezoito jovens entre 16 e 24 anos que participaram do projeto exercendo a função de pesquisadores e, receberam auxílio financeiro para o exercício da função, foram contemplados com certificados de participação. A cerimônia de entrega dos certificados aconteceu no auditório da Smasdhte.

Vimos neste projeto uma oportunidade de abrir os olhos de nossos jovens a respeito das Políticas Públicas que afetam suas próprias vidas. A partir de agora, com os conhecimentos adquiridos, poderão assumir uma postura mais propositiva em relação às ações que interferem significativamente no dia a dia da população. O ‘Baixada pra Cima!’ também deu oportunidade a esses jovens de participarem de atividades culturais e complementarem a renda familiar através da bolsa-auxílio oferecida pelo projeto, além disso, a iniciativa ofereceu gratuitamente a funcionários da Prefeitura a oportunidade de se qualificarem através do curso de Gestão em Políticas Públicas, o que efetivamente mudará a maneira como essas pessoas veem a administração pública. Tivemos um benefício duplo, que alcançou tanto a população quanto aos funcionários públicos”, comemorou o prefeito de Seropédica, Alcir Martinazzo.

A entrega dos certificados foi realizada pela secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos, Trabalho e Emprego, Neuza Cezário (que representou o prefeito Martinazzo), pelo subsecretário de Direitos Humanos, Jorge Moreira, e também pelo diretor do CISP e representante da instituição no Brasil,Vittorio Chimienti.

O conhecimento adquirido por esses jovens e o interesse pelas políticas públicas ficará para sempre. A partir daquilo que foi aprendido, esperamos que eles busquem, efetivamente, propor e auxiliar a administração pública na concepção e execução de políticas públicas que venham beneficiar os seropedicenses, sobretudo àqueles que vivem em situação de vulnerabilidade social. Conhecendo melhor nossos direitos fortalecemos nosso senso autocrítico, e podemos reivindicá-los com maior autoridade. Esperamos que todos os participantes do ‘Baixada Pra Cima!’ sejam multiplicadores de conhecimento. A remuneração foi um estímulo interessante, mas não há dinheiro que pague o conhecimento. Parabéns a todos por não terem desistido”, ressaltou Neuza Cezário.

A cerimônia também contou com a participação do ex-secretário de Assistência Social de Seropédica, Prof.º Bruno Garbocci, e de dois coordenadores do projeto ‘Baixada para Cima!’, Eron Barbosa e Jhonatan de França.

O projeto tem 3 atividades principais: a 1ª delas é um curso para a formação de Gestores em Políticas Públicas, que engloba funcionários da Prefeitura e representantes de ONG’s locais; a 2ª é uma exposição sociocultural dos Jovens Pesquisadores a diferentes tipos de manifestações artísticas, como Teatro, Dança, Circo e Fotografia, por exemplo, ao fim deste ano os participantes realizarão uma culminância onde se apresentarão demonstrando tudo o que foi aprendido, já a 3ª atividade consiste em um levantamento de dados realizado pelos Pesquisadores à respeito dos respectivos bairros onde residem. Agradecemos à enorme colaboração da Prefeitura de Seropédica, estamos muito satisfeitos pela qualidade de todas as atividades que foram realizadas”, explicou Vittorio Chimienti, diretor do CISP.

DSC_0059 DSC_0060 DSC_0061 DSC_0062 DSC_0063 DSC_0064 DSC_0065 DSC_0066 DSC_0067 DSC_0068 DSC_0072 DSC_0071 DSC_0070 DSC_0069 DSC_0082 DSC_0077 DSC_0078 DSC_0083 DSC_0084 DSC_0079 DSC_0080 DSC_0085 DSC_0086 DSC_0081 DSC_0087 DSC_0092 DSC_0093 DSC_0088 DSC_0089 DSC_0094 DSC_0090 DSC_0091 DSC_0097 DSC_0098 DSC_0099 DSC_0100 DSC_0101 DSC_0102 DSC_0107 DSC_0106 DSC_0105 DSC_0104 DSC_0103 DSC_0108 DSC_0109 DSC_0110 DSC_0111 DSC_0112 DSC_0113 DSC_0114 DSC_0115 DSC_0116 DSC_0117 DSC_0118 DSC_0121 DSC_0122DSC_0119

Faça o seu comentário