Instituído pelo Governo Federal com foco na garantia de renda, inclusão produtiva e no acesso aos serviços públicos, o Bolsa Família integra o Plano Brasil Sem Miséria, que tem como foco beneficiar as famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, ou seja, com renda familiar per capita inferior a R$ 77 mensais até R$ 154,00, e que tenham em sua composição gestantes, nutrizes (mãe que amamenta), crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Para garantir o desenvolvimento econômico e social da população, todos os meses, o governo federal deposita uma quantia para as pessoas que fazem parte do programa. Para realizar o saque, basta utilizar um cartão magnético, emitido preferencialmente em nome da mulher.

Cadastro único Bolsa Família       

Caso a sua família se encaixe em uma das faixas de renda definidas pelo programa, você deve procurar a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos localizada na Estrada Rio São Paulo Km 40, de posse dos seguintes documentos:

– Para o Responsável Familiar: CPF ou título de eleitor;

– Para os demais membros da família: qualquer documento de identificação, como a carteira de identidade, CPF, título de eleitor, certidão de casamento ou nascimento, carteira de trabalho.

Depois dessa etapa, que não implica no recebimento do benefício, vem a seleção.

Seleção Bolsa Família

As famílias aptas a receber o benefício são selecionadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), com base nos dados inseridos pela Prefeitura de Seropédica no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal.

Realizada mensalmente, a seleção tem como critério principal a renda per capita da família.

É importante lembrar, no entanto, que o cadastramento não implica na entrada imediata das famílias no programa e nem no recebimento do benefício.

Existem quatro tipos de benefícios do Bolsa Família: o Básico, o Variável, o Variável para Jovem e o para Superação da Extrema Pobreza. Apenas famílias de extrema pobreza podem acumular benefícios.

O valor repassado depende do tamanho da família (filhos), da idade dos seus membros e da sua renda. Além disso, o programa disponibiliza benefícios específicos para famílias com crianças, jovens até 17 anos, gestantes e mães que amamentam.

No entanto, o programa trabalha com um valor limite, chamado de teto, que pode chegar a até R$ 1.000,00.

Calendário Bolsa Família 2015

O calendário de pagamentos do Programa Bolsa Família 2015 mostra em que dia sacar o benefício. Para isso, é importante que a família observe qual é o último algarismo do NIS (Número de Identificação Social) impresso no cartão. Quem tem um cartão terminado em “1” recebe no primeiro dia do calendário de pagamento, já o terminado em “2” no segundo dia e assim por diante. Atualmente, no ano de 2015, o benefício é pago nos últimos 10 dias úteis de cada mês em todo o país. Em agosto, por exemplo, as famílias podem sacar os recursos entre os dias 18 a 31. As datas são divulgadas oficialmente no site do Ministério.

O Calendário Bolsa Família 2015 já foi divulgado oficialmente pela Caixa Econômica, órgão responsável pelo pagamentos aos beneficiários. Agora já é possível se programar para usar o beneficio da melhor forma possível.

Para entender qual a data de pagamento do seu Bolsa Família, deve-se observar o ultimo numero do seu NIS, no calendário abaixo, mostra o NIS de numero 4, então na coluna “final NIS” observe o numero do final do seu Cartão Bolsa Família e confira todas as datas, no caso do exemplo, as datas de pagamento são 22/01, 19/02, 23/03, 22/04, 21/05, 22/06, 23/07, 21/08, 22/09, 22/10, 20/11 e 15/12

bolsa familia