Depois da colisão entre uma embarcação de apoio e o FPSO P-77 da Petrobras, outro incidente envolvendo plataformas de petróleo ocorreu em menos de uma semana. Na noite desta quinta-feira (19), às 22h05, um princípio de incêndio foi verificado na sonda Alpha Star da Constellation, empresa prestadora de serviços de perfuração de poços terrestres e marítimos, na Baía da Ilha Grande, RJ. A informação foi confirmada pela Assessoria de Imprensa da companhia ao site Click Petróleo e Gás.

Segundo informações da Constellation, o incidente foi iniciado no compartimento do motor do guindaste de boreste da sonda. Felizmente não houve vítimas nem houve danos ambientais. A equipe de brigada foi acionada imediatamente e adotou o plano de resposta à emergência. Em poucos minutos, o incêndio estava totalmente controlado.

A Constellation ainda informou que instaurou um processo para investigar as causas do acidente. A Capitania dos Portos foi comunicada e a sonda continua operando normalmente.

A unidade de perfuração de petróleo Alpha Star havia deixado recentemente o estaleiro Brasfels e estava prestes a iniciar um novo contrato de afretamento com a Petrobras, que foi assinado no ano passado por uma taxa diária de aproximadamente US$ 136 mil.

A Alpha Star é uma sonda semi-submersível de perfuração da Constellation, companhia que presta serviços para a Petrobras e outras operadoras, que iniciou suas operações em julho de 2011. Esta plataforma é capaz de perfurar em águas com profundidades de até 9.000 pés e tem uma capacidade de profundidade de até 30.000 pés, equipada para operar em profundidades típicas do pré-sal.

Fonte: JB

Faça o seu comentário