Prefeito da capital é investigado Por suposto “QG da Propina”. Operação é feita por MP e Polícia Civil

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), foi preso na manhã desta 3ª feira (22.dez.2020) em operação do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) e da Polícia Civil.

A prisão foi realizada antes das 6h em sua casa, na Barra da Tijuca, zona oeste da capital fluminense. Contando com esta 3ª feira, Crivella tem mais 10 dias de mandato à frente da Prefeitura. Em novembro, perdeu a eleição municipal para o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM).

Ao chegar à Cidade da Polícia, no bairro do Jacarezinho, na zona norte do Rio, Crivella falou rapidamente com jornalistas. O prefeito disse que a prisão é resultado de “perseguição política” e que seu governo foi “o que mais atuou contra a corrupção”.

Vejam uma entrevista exclusiva que foi realizada pela TV Jaguanum onde Crivella fala sobre a corrupção