Vídeo – Conheça uma história diferente de Araruama que além do Turismo produz, Sal, Leite e Queijo

0
304

A história de Araruama vem desde o período de Dom Pedro II, que foi imperador do Brasil entre 1840 e 1889, período no qual o país passou por muitas transformações. E acabou deposto, em novembro de 1889, por meio de um golpe que resultou na proclamação da república. Morrendo no exílio, em 1891.

Em 6 de fevereiro de 1859, pelo Decreto Provincial nº 1.128, a freguesia de São Sebastião de Araruama foi elevada à categoria de Vila de Araruama devido à extinção da Vila de Saquarema. A elevação de Araruama à categoria de cidade verificou-se em 22 de janeiro de 1890 através de decreto do governador Francisco Portela.

As terras do atual Município de Araruama, antigo arraial de Mataruna, integrou a Capitania de São Vicente, doada a Martim Afonso de Sousa, em 1534. As primeiras notícias, sobre a exploração de seu território, datam de 1575. O ano de 1615 é apontado como início de seu devassamento, figurando como colaboradores eficientes do povoamento e evolução política os padres capuchinhos, construtores das primeiras igrejas e conventos. Encontram-se em documentos dessa época as primeiras referências sobre a região onde se acha hoje a sede municipal: pelas Cartas de Sesmarias o primitivo proprietário de terras foi Manoel Riscado, a quem se concedeu, em 1626, uma sesmaria de quatro léguas. Cortines Laxe, em seu livro

Municipalidades do Brasil, menciona que, em 1938, Martim Corrêa Vasqueanes adquiriu, dos herdeiros de Manoel Riscado, as terras situadas no local denominado Parati, onde se erigiu uma capela em honra a Nossa Senhora do Cabo. Ainda hoje o lugar é conhecido como Campo da Igreja.

Em 1799, por Edital de 10 de janeiro, foi criada, com natureza de coletiva, a Freguesia de São Sebastião de Araruama. Diz ainda Cortines Laxe, que ao tempo da criação da freguesia a capela não funcionava como curada, tendo se arruinado a que fora reconstruída por Corte-Real. Nova capela estava sendo edificada pelo padre Antônio Gonçalves Marinho. Não existindo assim outro templo condigno para a celebração dos atos paroquiais, determinou aquele edital que servisse de Matriz a capela do Hospício de São Sebastião, levantada pelos capuchos de Nossa Senhora dos Anjos de Cabo Frio, em terras do padre Joaquim Ribeirão do Amaral, à margem da lagoa Araruama, a um quarto de légua de onde se encontra
hoje a Cidade. Até 1852 a freguesia de Araruama fez parte do Município de Cabo Frio, porém, a partir de outubro desse ano, passou a pertencer ao de Saquarema.

Em fevereiro de 1859, tornou-se sede do mesmo Município, por ter sido extinta a Vila de Saquarema e criada a de São Sebastião de Araruama. Restaurada a Vila de Saquarema, em 24 de julho de 1860, subsistiu a de Araruama, cujo território foi acrescido com o da Freguesia de São Vicente de Paulo, desanexada de Cabo Frio. Graças ao clima salutar, passou o Município a desenvolver-se, vindo a tornar-se importante centro de atração turística. A lagoa que embeleza seu território oferece, aos que a visitam, magníficas praias afamadas pela limpidez de suas águas.

Quando falamos em Araruama pensamos em atração turística, em praia, lazer, ou um local excelente para se viver, mas estamos enganados, a cidade praiana tem muito mais para oferecer. Nesta história pelas lentes de Alexandre Jaguanum, vamos conhecer em vídeo uma história linda de Araruama.  

Araruama é um dos grande produtores de Sal do estado, que é distribuído para varias partes do Brasil, atualmente existem 9 Salinas neste município. Praia Seca tem o maior parque salineiro em atividade na região. É um testemunho da atividade que impulsionou a economia das cidades banhadas pela Lagoa de Araruama.

Outro grande produto que é produzido em Araruama é o Leite e o Queijo, pela Fazenda Nova em são Vicente, um dos bairros do município.

O proprietário da fazenda investe na fabricação de queijos artesanais em para escoar sua produção de leite com mais valor agregado, gerando assim emprego e renda na região.

Todo processo produtivo é certificado e acompanhado por pessoal treinado e qualificado.
A necessidade de um olhar mais apurado do poder público para a área rural é de suma importância, seja para implementação do turismo rural, seja para escoar a produção agrícola da região.

Os empresários acreditam no Brasil e investem continuamente para que estes cresçam de forma sustentável.

FOTOS DAS SALINAS DE ARARUAMA

FOTOS DA FAZENDA NOVA EM SÃO VICENTE EM ARARUAMA