RJ pode fechar as fronteiras para visitantes; decisão será tomada até sexta-feira

0
74

Secretário estadual de Saúde destacou que os indicadores serão avaliados até sexta-feira para a decisão sobre o fechamento das fronteiras e afirmou que os hospitais de campanha não serão reabertos

Nesta quarta-feira (10/03), o secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Carlos Alberto Chaves, afirmou que o governo já admite barrar a entrada de turistas a fim de conter a Covid-19. Ele destacou que os indicadores da doença serão avaliados até a próxima sexta (12/03), quando a decisão de fechar as fronteiras para visitantes será tomada.

Eu vejo as praias cheias de turistas. É hora de turismo aqui? É hora de samba na praia? Eu acho que não. Estamos conversando com a Vigilância Epidemiológica sobre isso. Tem vários posicionamentos a serem colocados – uns mais drásticos, outros mais leves“.

Chaves também falou sobre o fechamento do Hospital Eduardo Rabello, em Senador Vasconcelos, na Zona Oeste. Mesmo durante a pandemia, unidade foi fechada para passar por reformas:

“Em 2001, estava fora do Brasil e reativei 120 leitos do Eduardo Rabello. É um hospital pelo qual tenho um carinho brutal. Passei 10 anos no Ministério Público e fizemos várias ações de inspeção nessa unidade. Estamos entregando essa documentação ao Judiciário – já há ações civis públicas sobre as condições do Eduardo Rabello

As justificativas foram apresentadas durante uma entrevista coletiva, manhã desta quarta-feira (10/03), na sede da secretaria, Centro do Rio. O secretário afirmou ainda que não voltará a abrir os hospitais de campanha: “Não vamos colocar paciente em container, nem reabrir hospital de campanha. Ponto. Eu não quero ser o quinto ou sexto secretário de Saúde na cadeia“.

Fonte: Diário do Rio