Na manhã desta segunda-feira (24), o Auditório da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes foi palco de duas reuniões importantes para evitar a disseminação do Coronavírus em Seropédica.

Atualmente o município se encontra em Bandeira Roxa, classificação que configura risco muito alto de contágio. Na última semana (17 ao dia 23/05) o município contabilizou 8 mortes e 1 em investigação por Covid-19. 

A Primeira reunião foi coordenada pelo Secretário de Comunicação, Turismo e Eventos, Alexandre Rafael, onde foi discutido a Prevenção através da divulgação das orientações gerais do Ministério da Saúde, e Secretaria Municipal de Saúde como: vídeos informativos, carros de som, boletins, impulsionamento de campanha nas redes sociais, divulgação pela rádio de poste e faixas em locais de maior aglomeração. 

A Segunda reunião foi realizada pelo Gabinete de Crise do Covid-19, que é composta: pela Secretaria de Saúde, Secretaria de Governo, Secretaria de Fazenda, Procuradoria, Secretaria de Educação, Assistência Social, Suprimentos, Segurança e Ordem Pública. Foi convidado para fazer parte desta reunião a Secretaria de Serviços Públicos e Secretaria de Comunicação.

Nesta reunião foi discutido o descumprimento do Decreto por parte de alguns moradores e comerciantes que mantem seus estabelecimentos com aglomeração e sem uso de máscaras. 

O Comandante da 4º Cia do 24º BPM da Policia Militar, Capitão André, esteve presente na reunião, e vai dar apoio as ações de Fiscalização no apoio ao comprimento do Novo Decreto Municipal de Combate ao Covid-19.

A Prefeitura de Seropédica está redigindo novo Decreto que vai ajustar mais as obrigatoriedades de todos os locais onde haja concentração da população. Praças, Quiosques, Igrejas, Bares, Restaurantes, Supermercados, Salão de Beleza, Academias etc. 

Estima-se que, sem a adoção dessas medidas, o número de casos da doença dobre a cada três dias. Portanto, para que a epidemia não evolua, confira abaixo as principais orientações.

– Lave bem as mãos com água e sabão (dedos, unhas, punho, palma e dorso) e seque-as, de preferência com toalhas de papel.
– Higienize as mãos com álcool em gel 70% com frequência.
– Evite aglomerações.
– Reduza o contato social.
– Utilize o álcool gel para higienizar celulares, brinquedos, maçanetas e corrimões.
– Para a limpeza doméstica, aposte na água sanitária para desinfetar superfícies.
– Roupas, inclusive as de cama, de pessoas infectadas devem ser lavadas à parte. Caso não seja possível lavá-las imediatamente, armazene-as em sacos plásticos.
– Evite abraços, apertos de mãos e beijos no rosto.
– Ao tossir, cubra a boca e o nariz com a parte interna do braço ou use lenço descartável (e jogue-o fora imediatamente após o uso).
– Evite levar as mãos aos olhos, nariz e boca.
– As máscaras faciais descartáveis devem ser utilizadas por profissionais de saúde, cuidadores de idosos, mães que estão amamentando e pessoas diagnosticadas com o coronavírus.
– Tenha em sua residência medicamentos para a redução da febre e controle da tosse. O ideal é que eles sejam receitados por um médico, a depender de cada caso.
– Se você apresenta sintomas da doença, procure uma unidade de saúde.
– Pessoas diagnosticadas com o coronavírus serão aconselhadas pelo médico em relação ao atendimento hospitalar e isolamentos mais apropriados.
– Idosos e doentes crônicos devem evitar contato social como idas ao cinema, shoppings, viagens e locais com aglomeração de pessoas.
– Se imunize contra a gripe: a Campanha Nacional de Vacinação teve início em 23 de março, com priorização para idosos e profissionais de saúde. Mesmo que a vacina não seja especificamente contra o coronavírus, protege contra três tipos de vírus (H1N1, H3N2 e Influenza B) e, por isso, ajuda a reduzir a demanda de pacientes com sintomas respiratórios, acelerando o diagnóstico de pacientes com o Covid-19.

1º Reunião Comunicação

2º Reunião: Gabinete de Crise no Combate ao Covid-19