PRF flagra homem com 28 aves silvestres na Serra das Araras, em Piraí

0
134

Policiais rodoviários federais (PRF) flagraram por volta das 10 horas, desta sexta-feira, um homem com 28 aves silvestres no km 227, da Rodovia Presidente Dutra, na Serra das Araras, no bairro Caiçara, em Itatiaia.

A PRF abordou uma caminhonete Ford Ranger (branca) com dois homens que informaram que estavam vindos de Itaim Paulista (SP) com destino a Cabo Frio (RJ). No interior do veículo os policiais perceberam várias gaiolas com pequenas divisões cobertas por panos, totalizando 28 aves da fauna silvestre brasileira, saltador e similis (trinca ferro).

Os pássaros estavam muito agitados e com restrição de movimentos. Questionados sobre a origem das aves, o passageiro de 41 anos, informou ser o responsável pelas aves que estavam sem anilha ou documentação legal.

O passageiro disse que comprou as aves por R$ 50 (unidade) de um criador no município de Itaim Paulista (SP) e que as aves seriam comercializadas em Cabo Frio por R$ 130,00 a unidade.

O homem disse que é proprietário de um criadouro e posteriormente colocaria anilhas nas aves, de forma irregular e ilegal. Diante das constatações foi dada voz de prisão ao homem por crime ambiental e maus tratos.

Ele confessou que tem 20 procedimentos registrados pelo mesmo crime (ambiental) e que não havia perdido sua licença de criador.

A ocorrência foi encaminhada para a 94ª DP de Piraí, para as providências cabíveis. Durante o trajeto, o homem disse que seria tudo tranquilo, pois ele tinha a certeza de que levaria as aves até a cidade do litoral da Região dos Lagos.

Os policiais rodoviários federais entraram em contato com a Agência de Meio Ambiente de Resende (AMAR) e foi designada uma equipe do Grupamento Ambiental da Guarda Municipal de Resende para dar encaminhamento das aves para avaliação veterinária e posteriormente ao órgão ambiental competente.

Na Delegacia de Polícia, após apreciação da autoridade policial ficou estabelecido que o homem terá que comparecer quando foi intimado, sendo liberado para responder o processo em liberdade.

Fonte: Destaque Popular