Agentes se disfarçaram de clientes do banco; grupo já era investigado por sete crimes cometidos na Zona Sul

Policiais da 10ª DP (Botafogo) prenderam em flagrante, neste sábado (10), quatro suspeitos de integrar uma quadrilha que aplicava o golpe chamado de “chupa cabra” em caixas eletrônicos da Zona Sul. Orivaldo dos Santos Silva, Graciela Bruna Matias Félix, Renã Miranda de Jesus e Arionildo Bernardino Gomes vão responder pelos crimes de estelionato e associação criminosa.

Eles são suspeitos de instalar um dispositivo em caixas eletrônicos de bancos para reter o cartão da vítima no equipamento e para impedir a saída de cédulas em caso de saque. Assim, os golpistas se aproximavam da vítima e ofereciam ajuda com um número de telefone falso, fingindo ser o número do banco, e acabavam descobrindo, pela vítima, a senha do cartão. Após desistência dos clientes, que deixavam o cartão no caixa eletrônico, os presos faziam saques e compras utilizando a senha.

Renã Miranda de Jesus foi preso por agentes da 10ª DP

Orivaldo dos Santos Silva integrava a quadrilha que aplicava o golpe conhecido como 'Chupa Cabra' - Divulgação / PcerjGraciela Bruna Matias Félix foi uma das presas em flagrante - Divulgação / Pcerj
Os agentes da delegacia comandada por Daniel Rosa se disfarçaram e conseguiram capturar os suspeitos no momento em que aplicavam o golpe em uma nova vítima.

Segundo a Polícia Civil, a quadrilha era investigada em sete crimes e tinha um esquema sofisticado, em que imprimia adesivos falsos com o telefone de central de atendimento e mensagens para a vítima se dirigir a outro terminal, fazendo com que fosse obrigada a usar o caixa eletrônico que possuía a peça que travava o cartão.

Os presos foram encaminhados para o sistema prisional.