Os israelenses não fazem ilhas em forma de palmeiras, nem arranha-céus altíssimos, nem hotéis caríssimos, nem seus líderes usam carros com carroceria de prata maciça (clara alusão a Dubai e aos Emirados Árabes).

Israel é a Nação Startup porque é líder mundial em inovação, em investimentos privados, no desenvolvimento de tecnologias de ponta, em P&D (Pesquisa & Desenvolvimento) e um dos principais fornecedores de inovação do planeta. Os israelenses se adaptam às mudanças e, obtêm sucesso em um mundo cada vez mais competitivo, além de possuírem um Mindset completamente vinculado a pioneirismo, assim como a consagrada frase de Alan Kay: “A melhor maneira de prever o futuro é inventa-lo”.

O orgulho do Estado de Israel é que as suas tecnologias são usadas por toda a humanidade, assim como já ocorre, por exemplo, com o Pendrive, o Waze, o Drone, o Whatsapp entre tantas outras tecnologias que utilizamos em nosso dia-a-dia, pois os israelenses são os criadores.

A Matriz Inovadora e seu time de Mentores, ajuda empreendedores e empresários a gerar oportunidades de negócios, expandir network, ser inovadores e criar acordos com os lideres que estão criando as tecnologias mais avançadas do mundo, em diversas vertentes nos diversos setores das industrias dos mercados B2B, B2C e B2G, com Certificação Internacional sendo a empresa Signatária do Pacto Global da ONU e Certificada para Acelerar e Territorializar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, pensando no futuro que queremos.

Separamos 10 tópicos muito significativos na área da saúde, da biotecnologia e da nanotecnologia vinculado às inovações contemporâneas. Confira:

1. A Universidade de Tel Aviv está desenvolvendo uma vacina nasal que protegerá pessoas do Alzheimer e de acidentes cérebro-vasculares.

2. O Technion, Instituto de Tecnologia (Haifa), desenvolveu exame simples de sangue capaz de detectar diferentes tipos de câncer.

3. O Centro Ichlov (Tel Aviv) isolou uma proteína que torna desnecessária a colonoscopia para detectar câncer de cólon, com um simples exame de sangue. O câncer de cólon mata anualmente cerca de 500.000 pessoas.

4. A Acne não mata ninguém, mas causa ansiedade e insatisfação em adolescentes. O Laboratório Curlight criou uma cura mediante emissão de Raios UV – alta intensidade, que liquida as bactérias que produzem a acne sem gerar complicações adicionais.

5. O Laboratório Given Imaging desenvolveu uma câmera minúscula em forma de pílulas que são engolidas e que transmitem milhares de fotos do trato digestivo. Estas fotos de alta qualidade (2 por segundo durante 8 horas) podem detectar pólipos, cânceres e fontes de sangramento. As fotos são enviadas a um chip que as armazena e envia a um computador. Ao final do processo, a câmera é eliminada pelo reto.

6. A Universidade Hebraica (Jerusalém) desenvolveu um neuro-estimulador elétrico (baterias) que é implantado no peito de pacientes com Parkinson, semelhante ao marcapasso. As emissões deste aparelho bloqueiam os sinais nervosos que produzem tremores.

7. O simples odor do hálito de um paciente pode detectar se um paciente tem câncer de pulmão. O Instituto Russel Berrie de Nanotecnologia criou sensores capazes de perceber e registrar 42 marcadores biológicos que indicam a presença do câncer de pulmão sem necessidade de biópsia.

8. É possível prescindir de cateterismo em muitos casos. Endopat é um dispositivo colocado entre os dedos indicadores, que pode medir o estado das artérias e prever a possibilidade de infarto nos 7 anos seguintes.

9. A Universidade de Bar Ilan estuda novo medicamento que combate vírus por via sanguínea. É chamado de Armadilha Vecoy, pois engana um vírus até conseguir sua autodestruição. Muito útil para combater a Hepatite, e no futuro Aids e Ebola.

10. É possível que os cientistas israelenses do Centro Médico de Hadassah (Jerusalém) tenham descobertos a primeira cura de esclerose lateral amiotrófica, conhecida como Enfermidade de Lou Gehring, em um rabino ortodoxo. Stephen Hawking, famoso cientista britânico, sofria desta enfermidade e para se comunicar utilizava métodos inventados por cientistas israelenses.