Tribunal Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-RJ) determinou o afastamento de quatro desembargadores e um juiz, presos em Benfica, na Operação Mais Valia. A decisão foi dada em sessão extraordinária telepresencial nesta quinta-feira (04/03). O afastamento é por tempo indeterminado, não inferior a 90 dias.

Marcos Pinto da Cruz, Antônio Carlos de Azevedo Rodrigues, Fernando Antônio Zorzenon da Silva, José da Fonseca Martins Junior, e Múcio Nascimento Borges, são os magistrados que serão afastados. A ação é um desdobramento da Operação Tris in Idem, que levou ao afastamento do governador Wilson Wtzel (PSC), devido à irregularidades e devios na saúde.

Ministério Público Federal (MPF) investiga a realização de pagamento de vantagens indevidas a magistrados. Os investigados teriam beneficiado integrantes do esquema criminoso supostamente instalado no governo de Witzel.