Áreas de instabilidade associadas a uma frente fria ganharam muita força nesta terça-feira sobre o centro-sul do Rio de Janeiro provocando volumes de chuva extremamente elevados e perigosos. É alto o risco de deslizamentos e enchentes nos próximos dias. Em algumas áreas de Magé, no Grande Rio, choveu em 12 horas o equivalente a chuva de todo o mês de dezembro. Chuva deixa o estado do Rio de Janeiro em em alerta nos próximos dias.
 
As áreas de instabilidade se espalharam pelo Grande Rio também pela região do médio Paraíba, na região Serrana e no litoral Sul Fluminense provocando volumes de chuva muito elevados.
 
Vídeos divulgados nas redes sociais mostravam uma forte enxurrada, como um rio com forte correnteza na subida da rodovia Rio-Petrópolis.
 

Volumes de chuva muito elevados

 

Pela medição do Cemaden, em apenas 3 horas choveu cerca de 160 mm em áreas da região de Magé, o que corresponde a mais da metade da média normal de chuva para todo mês de dezembro nesta região. Esta média climatológica para dezembro varia de 200 mm a 250 mm.

 

O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 83,2 mm em apenas 1 hora sobre Xerém, distrito de Duque de Caxias. Em 12 horas, em 8 horas, entre 15 horas e 20 horas de 22/12/2020 choveu 216,6 mm.

 

Em Resende, no mesmo período choveu 97,8 mm. Em Campos dos Goytacazes em apenas 3 horas choveu 97,4 mm

 

Para se ter uma ideia da força com que a chuva caiu sobre Xerém, o volume de 83 mm já seria considerado muito elevado se tivesse caído de forma distribuída ao longo de 24 horas

 

Confira alguns volumes de chuva muito elevados registrados pelo Cemaden – Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais – no período de 6 horas entre 12h30 e 18h30 do dia 22 de dezembro de 2020

 

Magé/Fragoso: 198,1 mm

 

Angra dos Reis/Ipanema: 188,6 mm

 

Itaguaí/Santa Cândida: 140mm

 

Duque de Caxias /Taquara: 137,8 mm

 

Queimados Santa Catarina: 102,4 mm

 

Guapimirim/Centro: 92,8 mm

 

Com a persistência da chuva, o acumulado de 12 horas, entre 8h30 e 20h30 de 22/12/2020 passava dos 250 mm em alguns locais de Magé. É como a se a chuva de todo o mês de dezembro caísse em menos de 1 dia.

 

Medições do Cemaden e 12 horas, entre 8h30 e 20h30 de 22/12/2020

 

Magé/Fragoso: 251,6 mm

 

Magé/Vila Inhomitim: 256,0 mm

 

Duque de Caxias/Taquara: 169,8 mm
 
Áreas de instabilidade associadas com uma frente fria provoca, muita chuva sobre o RJ
 
 

Alerta para mais chuva nesta quarta-feira

 

Uma frente fria continua parada próximo ao litoral do estado do Rio de Janeiro nesta quarta-feira, 23 de dezembro, ajudando a manter as áreas de instabilidade sobre o estado do Rio de Janeiro e também sobre Minas Gerais, São Paulo e o Espírito Santo. Praticamente toda a Região Sudeste do Brasil fica em alerta nesta quarta-feira para a chuva forte e que pode causar transtornos para a população.

 

A região dos Lagos, o Grande Rio e o litoral Sul Fluminense permanecem com predomínio de céu nublado e ainda com risco de chuva forte na madrugada desta quarta-feira. Embora a previsão seja de continuidade da chuva no decorrer do dia, a tendência é de diminuição da chuva ao longo da manhã e da tarde nestas regiões.

 

Para a região Serrana do Rio de Janeiro, Médio Paraíba, o Litoral Norte do Rio de Janeiro e o Norte/Noroeste Fluminense, a previsão é de uma quarta-feira com tempo bastante instável, com risco de chuva forte e volumosa .
 
 

Previsão para o Natal

 

Cariocas e fluminenses vão passar o Natal de 2020 com tempo muito instável.

 

No dia 24 e no dia 25 de dezembro, todo o estado do Rio vai continuar com bastante nebulosidade e condições para chuva de moderada a forte intensidade principalmente durante a tarde e à noite.

 

Em função do excesso de nebulosidade, da chuva e também de ventos frios de origem polar que chegam ao Rio de Janeiro, a previsão é de um Natal com temperaturas amenas. O ar pode ficar abafado em alguns momentos, mas não há expectativa de calor intenso.

 

Durante o fim de semana, 26 e 27 de dezembro, as áreas de instabilidade sobre o estado do Rio de Janeiro enfraquecem, mesmo assim a quantidade de nuvens ainda será muito grande por todo o estado. Permanece a previsão de chuva principalmente para os períodos da tarde e noite. A chuva ainda poderá ser moderada a forte em alguns momentos durante o fim de semana, mas já com presença de períodos com sol.

 

Sobre a Climatempo

 

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para os principais segmentos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

 

Em 2015, passou a investir ainda mais em tecnologia e inovação com a instalação do LABS Climatempo no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). O LABS atua na pesquisa e no desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Principal empresa de consultoria meteorológica do país, em 2019 a Climatempo uniu forças com a norueguesa StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão.

 

A fusão estratégica dá à Climatempo acesso a novos produtos e sistemas que irão fortalecer ainda mais suas competências e alcance, incluindo soluções focadas nos setores de serviços de energia renovável. O Grupo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.

 

Mais informações:

Assessoria de Comunicação da Climatempo