PRESENÇA DE DETERGENTE EM MANANCIAL INTERROMPE PRODUÇÃO NA ETA GUANDU

A CEDAE identificou no fim da tarde desta segunda-feira (03/02), por meio de análise laboratorial, a presença de surfactantes (detergentes) na água bruta que chega à Estação de Tratamento de Água (ETA) Guandu. Para garantir a segurança hídrica das regiões atendidas pelo sistema Guandu, a diretoria de Saneamento e Grande Produção da CEDAE decidiu fechar as comportas da entrada do canal principal da estação.

O material foi arrastado pelas fortes chuvas registradas na Região Metropolitana do Rio desde a noite de domingo (02/02). A Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa) e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) já foram informados do fato para iniciarem os respectivos procedimentos.

Técnicos da Companhia permanecerão monitorando a captação de água até que a concentração destas substâncias não represente risco à operação da estação.