Foi realizado neste Sábado (19/10) no Estádio Municipal Sylvio Raulino de Oliveira em Volta Redonda a final do Campeonato Estadual das Ligas Municipais de Sub 17, e apesar do esforço da Equipe de Volta Redonda nossos jovens de Seropédica venceram o campeonato apesar do jogo ter empatado por 1 x 1.

A explicação e simples no último jogo realizado no dia 12/10 no Campo de Futebol do Celso Gol entre as equipes do Sub 17 de Seropédica e de Volta Redonda, o Placar foi 2 x 1 para Seropédica, então Volta Redonda precisaria vencer Seropédica com 2 gols de vantagem neste jogo para serem campeões.

No final do jogo o representante da Federação e Delegado da partida Irineu Peixoto entregou as Medalhas de Campeão as autoridades de Seropédica que estavam presentes para serem distribuídas entre os jogadores de Seropédica, como também aos Técnicos da equipe vencedora, e aos vereadores Max Goulart, Professor Lucas, o Prefeito Martinazzo o Vice-Prefeito Zealdo Amaral, o Subsecretário Alexandre Rafael, o Presidente da Liga Desportiva de Seropédica Luiz Claudio Almeida Nascimento e ao Craque de Futebol Brasileiro Celso Gol.

O prefeito Alcir Fernando Martinazzo reiterou o apoio ao esporte e declarou que fica muito feliz em saber que a Liga Desportiva de Seropédica faz um trabalho importante que tem o esporte como meio de inclusão social de crianças, jovens e adultos da cidade, através dos times que competem de maneira sadia. “Durante minha administração a prefeitura estará sempre de portas abertas para apoiar, estimular e promover eventos como este. Investir no esporte é investir no futuro dos nossos jovens”, disse Martinazzo.

Seropédica já teve grandes jogadores como Luisão, Enilton e Celso Gol, conheça um pouco da História de um deles.

Nascido no Rio de Janeiro (RJ), em 07/09/1971, Celso Costa da Silva foi um atacante que iniciou no futebol aos 18 anos, no Bonsucesso (RJ), por intermédio do técnico Gaúcho que o vira jogar em Paracambi.

 Foi contratado pelo Vasco da Gama em 1990 e se tornou uma das promessas do clube. No entanto, uma lesão nos ligamentos o fez parar por um ano e só retomou a carreira em 1994, no América (MG).

O atacante chegou ao Avaí em 2003, como reforço para a Série B do Campeonato Brasileiro. Então com 32 anos, o jogador vinha de uma passagem pelo futebol árabe.

No Avaí, apareceu bem na reta final da série B, marcando seis gols em sete jogos. Sua melhor partida foi a goleada avaiana sobre o Vila Nova, por 5 a 2, na Ressacada, quando balançou a rede por três vezes.

Foi de Celso o gol de honra avaiano na vexatória goleada de 6 a 1 do Palmeiras sobre o Avaí, na Ressacada, que eliminou o Leão da competição e custou a cabeça do técnico Jair Pereira.

Atualmente Celso é proprietário da Escola de Futebol Celso Gol, em Seropédica (RJ).

 1989 – Bonsucesso-RJ

 1990-1993 – Vasco da Gama-RJ

1994-1997 – América-MG

1997 – Vasco da Gama-RJ

1998 – América-MG

1998-1999 – Salgueiros (Portugal)

1999 – Internacional-RS

2000 – América-RJ

2000 – América-MG

2001 – América-RJ

2003 – Avaí

2004 – Al Khaleej (Arábia Saudita)

2004 – Cabofriense-RJ

2007 – Democrata-MG

2007 – Boavista-RJ

2008 – Rio Branco de Andradas-MG

2009 – Olaria-RJ