O dia 18 de maio marca a comemoração do movimento da Luta Antimanicomial no Brasil como um ator social privilegiado que, incluindo usuários, trabalhadores e familiares de todo o País, conseguiu, desde os anos 80, impulsionar e fazer acontecer a Reforma Psiquiátrica brasileira. Esse processo, desde então, vem produzindo intensas e complexas transformações no âmbito das políticas públicas de atenção em saúde mental e de reconhecidos avanços políticos, normativos e assistenciais.

Para comemorar a data a Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de Seropédica fez a comemoração excepcionalmente no dia 22/05 (quinta-feira) com um apitaço, a ação foi na Praça Nildo Romano centro do município,

A Coordenadora do Programa de Saúde Mental do Município Jamila de Paula Barbosa Barros falou que o CAPS de Seropédica envolve o serviço de Residência Terapêutica que é uma casa mantida pela prefeitura onde dez pessoas moram lá, e que estiveram longo tempo internado em hospitais e perderam o vínculo familiar, temos também CAPSI João e Maria, onde é oferecido acompanhamento para crianças e adolescentes com grave sofrimento psíquico, o CAPS ll Bicho da Seda para acompanhamento de adultos com problemas psíquicos, também o Centro de Atenção psicossocial, onde tem profissionais que atuam sob ótica interdisciplinar e que acompanham pessoas de transtorno graves e persistentes assim como usuário de drogas, como álcool, crack, maconha etc. O Ambulatório de Saúde mental é localizado no Centro de especialidades Medicas no km 40. É um serviço que garante um atendimento das demandas de sofrimento psíquico leve, que são os mais comuns.

O Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Manoel Bulhosa, esteve presente no evento, e parabenizou a iniciativa do Secretário de Saúde e Defesa Civil Marcus Baroni: “Este trabalho realizado pela Secretaria de Saúde é muito bom, fico feliz em ver que o atendimento as pessoas com deficiência mental estão sendo cuidado com cainho pela prefeitura” salientou.

22-2